Tiago Queiroz/AE - 14/5/2011
Tiago Queiroz/AE - 14/5/2011

Tirone muda de ideia e resolve recusar proposta por Valdivia

Após liberar meia para acertar com o Al Sadd, dirigente decide mantê-lo no elenco do Palmeiras

Daniel Batista , estadão.com.br

08 de setembro de 2011 | 15h18

SÃO PAULO - O presidente do Palmeiras, Arnaldo Tirone, após autorizar que Valdivia negociasse com o Al Sadd, do Catar, recuou em sua decisão e nesta quarta-feira disse não ao time do Oriente Médio. O dirigente conversou com o jogador chileno e, em comum acordo, optou por mantê-lo no elenco pelo menos até o fim da temporada.

"Ele vai ficar. Conversei na quarta-feira à noite com ele (por telefone) e resolvemos que seria melhor ele continuar. É melhor o Valdivia ficar para não ter mais confusão no Palmeiras", declarou Tirone.

Wilson Bellissi, representante do agente Fifa Najim Mohamad, que é quem negocia a transferência ao lado do empresário João Celso Moraes, ainda aguarda que o presidente do Palmeiras lhe dê explicações mais convincentes sobre sua volta atrás e por isso não considera que o negócio tenha sido totalmente descartado.

Valdivia se recupera de lesão na coxa e não deve jogar nos próximos 30 dias. Pelas contas da comissão técnica do Palmeiras, o jogador deve atuar em mais dez jogos aproximadamente até o fim do ano.

Na edição desta quinta-feira do Estadão e  JT, foi noticiado que o chileno acertou o contrato com o Al Sadd e que Arnaldo Tirone já havia dado um documento ao time do Oriente Médio liberando-o para conversar diretamente com o jogador, e ainda que nesta quinta-feira o presidente do Palmeiras iria se reunir com os representantes do Al Sadd para assinar o acordo. Apesar da mudança de planos do presidente Tirone, uma proposta oficial por Valdivia, conforme havia sido combinado, será enviada ao cartola para que a recusa seja formalizada.

Leia mais na edição desta sexta-feira do Estadão e Jornal da Tarde

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.