Arquivo/AE
Arquivo/AE

Tirone nega que Palmeiras queira contratar Richarlyson

Presidente diz que volante do Atlético-MG é 'bom jogador', mas que não interessa ao clube

AE, Agência Estado

29 de dezembro de 2011 | 19h56

O presidente do Palmeiras, Arnaldo Tirone, foi taxativo nesta quinta-feira ao negar o interesse do clube alviverde na contratação do volante Richarlyson, atualmente no Atlético-MG.

Depois de ventilada a especulação de que o jogador poderia ser trocado pelo também volante Pierre, emprestado aos mineiros, a torcida protestou contra a negociação e chegou a ameaçar represálias caso a transação fosse confirmada.

"Nesse momento, o Palmeiras não tem interesse. O Richarlyson é bom jogador, mas não é esse jogador que estamos buscando. É um pouco de especulação, não sei por que. Não existe possibilidade nenhuma de ele vir, isso é especulação, para tentar valorizar o lado do atleta", disse Tirone, em entrevista à Rádio Estadão/ESPN.

O presidente alviverde, porém, elogiou Richarlyson e lembrou que o Palmeiras tentou a contratação do volante quando ele ainda jogava pelo Santo André.

Perguntado sobre o poder de veto da torcida em relação a um reforço, Tirone desconversou. "Claro que a gente sempre procura analisar todo o tipo de contratação, o pró e o contra, não é porque a torcida falou que a gente não vai trazer o Richarlyson. Nunca houve interesse", disse o presidente alviverde, que completou: "A torcida pode ficar tranquila".

Ainda sobre a negociação com o Atlético-MG, Tirone voltou a afirmar que o desejo do Palmeiras é que Pierre retorne ao clube após ter sido emprestado ao time mineiro.

"Eu pretendo ter uma conversa com o Pierre no começo do ano e sentir o que está acontecendo. Gostaria que o Pierre retornasse ao Palmeiras, que não abriria mão desse jogador. No caso de outro tipo de posição, a gente vai analisar, mas a gente não pode ceder o Pierre, só se for em troca de um outro grande jogador."

O presidente alviverde também negou a possibilidade de fazer dinheiro com Pierre. "O Palmeiras não precisa de dinheiro... O Palmeiras não está vendendo nenhum jogador, está querendo contratar. Não adianta pegar o dinheiro do Pierre e não trazer ninguém. Tem que trazer um jogador que seja pelo menos igual ou melhor que o Pierre, senão não adianta", comentou.

Reforços Até aqui o Palmeiras só acertou a contratação do lateral-esquerdo Juninho, que vem do Figueirense, além do retorno do lateral-direito Vitor, que estava emprestado ao Cruzeiro. A demora em reforçar o time vem causando críticas da torcida. Tirone se defende dizendo que o clube não está parado e que há bastante tempo ainda para ir atrás de jogadores.

"A intenção é equipar a equipe para o Paulista, ainda temos 30 dias praticamente. A gente não está parado, estamos trabalhando bastante. Não adianta a gente se afobar, não adianta trazer jogador que não vai corresponder no palmeiras, os jogadores que a gente quer estão fora do Brasil, está difícil de trazer, os valores são muito altos", alegou.

Com relação ao zagueiro Adalberto Romã, do River Plate, Tirone foi só elogios. "Tivemos informações tanto do Riquelme quanto do Arce sobre o jogador. Dizem que é um grande jogador. É estilo do Gamarra, joga na seleção paraguaia, mas vamos analisar", disse o dirigente, explicando que o defensor, rebaixado para a segunda divisão do futebol argentino com o River, foi oferecido por uma empresa parceira de fora do País. O jogador, porém, só jogou dois amistosos pelo Paraguai, ambos em setembro de 2010.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeiras

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.