JF Diorio/Estadão
JF Diorio/Estadão

Após derrota, Tite admite superioridade do Santos no clássico

'Santos foi melhor e transformou isso em resultado', diz técnico

RAPHAEL RAMOS, O Estado de S. Paulo

20 de agosto de 2015 | 09h33

Apesar da derrota por 2 a 0 para o Santos, nesta quarta-feira, na Vila Belmiro, o técnico Tite confia que o Corinthians poderá avançar às quartas de final da Copa do Brasil. O time do litoral pode perder por até um gol de diferença na próxima quarta-feira, no Itaquerão, que estará classificado. Caso faça um gol, avança com uma derrota por até dois gols. Se o Corinthians vencer por 2 a 0, a decisão da vaga vai para os pênaltis.

"No primeiro tempo, o Santos foi melhor e transformou isso em resultado. O segundo tempo foi equilibrado, tivemos a oportunidade do gol, não conseguimos e acabamos levando o segundo. Mas é perfeitamente possível reverter o placar", disse o treinador corintiano. Além da boa apresentação coletiva do Santos, Tite destacou a atuação individual do meia Lucas Lima, que acabou desequilibrando o clássico com duas assistências para os gols de Gabriel e Marquinhos Gabriel. "É um jogador de qualidade e nós sabemos disso. Quando o conjunto está bom, a individualidade aparece."

Para o treinador, o principal erro do Corinthians na Vila Belmiro foi ter dado campo de jogo ao Santos. "A equipe não foi bem no primeiro tempo, principalmente. Foi muito abaixo do nosso padrão normal. Não é o futebol que estamos acostumados a jogar. O Santos foi bem e teve seus méritos, acelerou o jogo e foi para a infiltração. Com o placar a favor, você fica com mais tranquilidade para jogar", disse.

O Corinthians volta a campo no domingo, quando recebe o Cruzeiro no Itaquerão na abertura do segundo turno do Campeonato Brasileiro. O time é líder da competição e Tite garantiu que vai escalar todos os jogadores à disposição. O atacante Luciano, que sofreu uma torção no joelho direito, está fora da partida.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa do BrasilCorinthiansTite

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.