Daniel Teixeira|Estadão
Daniel Teixeira|Estadão

Tite afirma que ansiedade atrapalhou em estreia no Brasileiro

Tropeços em outras competições deram nervosismo ao elenco

Ciro Campos, Estadão Conteúdo

15 de maio de 2016 | 19h41

Ansiedade, excesso de expectativa e má pontaria. O técnico Tite, do Corinthians, encontrou poucos motivos para explicar as causas do empate sem gols neste domingo contra o Grêmio, em casa, logo na primeira rodada do Campeonato Brasileiro. Para o treinador, os tropeços recentes em outras competições pesaram para o nervosismo do elenco.

Apesar do jogo equilibrado, o Corinthians foi melhor na parte final do jogo, quando quase marcou nos acréscimos. O goleiro Marcelo Grohe fez uma defesa decisiva nos instantes finais. "As 13 oportunidades que tivemos não conseguimos converter porque nos precipitamos. Tivemos a ansiedade de transformar logo o que criamos em gol. Então, nos faltou precisão", afirmou o treinador.

Tite explicou que o ambiente no estádio também contribuiu para a ansiedade. "Foi o primeiro jogo em casa do ano em que não fizemos gols. Nos outros 14, conseguimos. A torcida carregou a angústia de duas eliminações, ainda mais que fomos o melhor ataque do Campeonato Paulista. Então, nos trouxe essa pressa. Mas temos que agir com a razão", comentou.

Nas semanas anteriores o clube foi eliminado em casa nos pênaltis para o Audax, de Osasco, na semifinal do Campeonato Paulista, e para o Nacional, do Uruguai, nas oitavas de final da Copa Libertadores. Os resultados, ambos empates em 2 a 2, motivaram até mesmo um protesto de membros de torcidas organizadas em frente ao CT do clube na manhã de sábado.

O empate frustrante na estreia não fez Tite criticar o jogo. Para o técnico, as atuações de Corinthians e Grêmio compensaram o 0 a 0 para quem é fã de analisar tática. "Jogo feio para mim é quando tem falta, chutões. Foram duas equipes posicionadas, estruturadas, que não marcam individualmente, mas sim, por setor. Foi um jogo bonito. Só não gostei de não ter gols", afirmou.

O elenco ganha folga nesta segunda-feira e só se reapresenta na terça pela manhã. No próximo domingo o compromisso é contra o Vitória, em Salvador, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.