Tite aposta no Corinthians contra o Grêmio

O técnico Tite entra amanhã no Pacaembu com o coração dividido. Se o Corinthians, seu atual time, seguir à risca seus pedidos, afunda ainda mais o clube que lhe deu projeção nacional, o Grêmio, ameaçado de rebaixamento no Campeonato Brasileiro. E se por acaso um corintiano marcar um gol, avisou que irá, sim, comemorar - ou, em suas palavras, vai "saber premiar o trabalho das pessoas que estão desenvolvendo um trabalho sério" a seu lado. "Mas garanto, entretanto, que vou ficar só com um olho aberto. Vejo a felicidade nossa, mas tento não ver o sofrimento dos gremistas", declarou. O treinador exalta a importância da partida não só por se tratar de seu antigo clube, mas principalmente porque não aceita a idéia de que seus jogadores pensem antecipadamente no confronto contra os arqui-rivais palmeirenses, adversários da próxima rodada (dia 28). "O jogo diante do Grêmio vale o mesmo número de pontos do que o contra o Palmeiras", afirmou Tite. "É claro que o clássico é importante, mas só podemos pensar nele na semana que vem." Como Gil ainda não se recuperou da lesão muscular que o impediu de enfrentar o Paysandu quarta-feira (os paraenses venceram por 2 a 1), e contando ainda com a baixa de Alessandro, contundido, o treinador, enfim, coloca Jô para jogar desde o início. Fará companhia a Marcelo Ramos no ataque. Hoje, no treino da equipe, o ambiente estava surpreendentemente tranqüilo, coisa poucas vezes vista no Corinthians após uma derrota. "Sinal de que o time amadureceu e já sabe assimilar melhor um resultado ruim. A gente vai ganhar várias vezes, mas vai perder também", analisou o meia Fábio Baiano. Tranqüilidade não significa falta de motivação. Parte do elenco encara a partida de amanhã como a oportunidade de vingar a honra do time, goleado pelos gaúchos na 3.ª rodada da competição, por 4 a 0. "Estou com raiva do que aconteceu no primeiro turno, mas o bom do futebol é que dá a oportunidade de se dar o troco", disse o zagueiro Valdson.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.