José Luis Silva/Estadão
José Luis Silva/Estadão

Tite: 'Aqui não tem vagabundo, não tem mercenário'

Técnico volta a defender equipe após eliminação na Libertadores

Estadão Conteúdo

17 de maio de 2015 | 11h59

Três dias e um jogo depois o técnico Tite ainda defende seus jogadores pela eliminação na Copa Libertadores. Após a vitória sobre a Chapecoense, na noite de sábado, o treinador reiterou sua confiança no grupo do Corinthians e afirmou que não há "vagabundo" e "mercenário" no time, eliminado nas oitavas de final da competição internacional.

"Nesse grupo aqui não é de vagabundo, mercenário, isso eu posso afirmar. Tenho um pouquinho de credibilidade na minha história para afirmar isso", declarou o campeão da Libertadores de 2012, rebatendo os recentes protestos da torcida. "E ninguém é insensível, nós estávamos sentidos também."

Tite avaliou que a queda nas oitavas se deveu em parte à formação recente do atual grupo. "É uma equipe em formação, não tem cinco meses juntos, essa formação não tem sido repetida. O Jadson jogou por dentro, os jogadores de velocidade pelas pontas. O Corinthians verdadeiro é a média desses 30 e poucos jogos. Tem de ser pego a média ponderada", declarou após a vitória por 1 a 0, em Araraquara.

O treinador admitiu que o time ainda não convenceu no Brasileirão, apesar das vitórias nestas duas primeiras rodadas. "Foi um resultado justo, sem brilhantismo maior, a não ser em alguns minutos", ponderou. Na próxima rodada, o Corinthians vai visitar o Fluminense, no Maracanã, próximo domingo, dia 24.

Tudo o que sabemos sobre:
CorinthiansTitefutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.