Wilton Junior/Estadão
Wilton Junior/Estadão

Tite avalia alternativas em treino e testa time sem Gabriel Jesus e com Fernandinho

Técnico utiliza Neymar mais avançado e time com três volantes por mais equilíbrio na saída de bola

Leandro Silveira, enviado especial / Sochi, O Estado de S.Paulo

25 Junho 2018 | 13h26

Ainda em busca de um nível de atuação melhor após desempenho irregular da seleção brasileira nos dois primeiros jogos na Copa do Mundo, o técnico Tite aproveitou o treinamento fechado desta segunda-feira em Sochi para testar alternativas visando o duelo com a Sérvia, quarta, em Moscou, pela rodada final do Grupo E. E ele observou uma formação sem Gabriel Jesus, com Neymar mais avançado e Fernandinho entre os titulares.

+ Tite deve mudar escalação da seleção brasileira para jogo contra a Sérvia

+ Sérvia tenta aproveitar pressão em cima do Brasil: 'Não temos nada a perder'

+ Rodízio de capitães de Tite dá o que falar na Copa do Mundo

Embora o treinamento tenha sido fechado à imprensa, imagens divulgadas pela CBF TV mostram Fernandinho em uma formação que também contava com Neymar e Philippe Coutinho, enquanto Gabriel Jesus está em outra equipe. Isso poderia significar uma escalação mais cautelosa, com a manutenção de Casemiro e Paulinho, ambos volantes, além de Willian. E Neymar com total liberdade e mais avançado no setor ofensivo.

Vale ressaltar que Tite não comandou um coletivo, até por contar com apenas 17 jogadores de linha, como explicou Matheus Bacchi, filho do treinador e um dos seus auxiliares. "A gente fez um enfrentamento com a participação de todo o grupo, com dois times de seis e um de cinco, rodando quem se enfrentava", afirmou, em entrevista à CBF TV. "Esse trabalho visa a movimentação ofensiva, para superar a defesa adversária", acrescentou.

A atividade também demonstrou preocupação da seleção com as jogadas aéreas dos sérvios, como reconheceu Bacchi. "Depois trabalhamos a bola parada defensiva por um tempo maior, que a gente sabe que é um ponto forte da Sérvia", comentou. 

 

Além disso,  o lateral-direito Danilo, em fase final de recuperação de lesão na região do quadril direito, fez trabalhos de transição e não reclamou de dores. Ele desfalcou o Brasil no duelo com a Costa Rica e também ficará de fora do confronto com a Sérvia, mas pode retornar em breve ao time.

A seleção viaja ainda nesta segunda-feira para Moscou, com decolagem prevista para 14h30 (horário de Brasília). A equipe treina às 11h30 de terça no Spartak Stadium, local do confronto no dia seguinte com a Sérvia, pela rodada final do Grupo E da Copa - o Brasil precisa de um empate para avançar às oitavas de final. Meia hora antes, Tite e o capitão escolhido por ele concederão entrevista coletiva, podendo confirmar a realização de mudanças na formação titular.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.