Eduardo Nicolau/Estadão
Eduardo Nicolau/Estadão

Tite brinca sobre risco contra a Sérvia: 'Pode ser um novo Tolima'

Técnico compara situação na seleção brasileira com o que passou quando trabalhou no Corinthians

Almir Leite, Ciro Campos, Marcio Dolzan, enviados especiais/ Moscou, O Estado de S.Paulo

26 Junho 2018 | 15h15

O risco de eliminação do Brasil na Copa do Mundo da Rússia não tirou o bom humor do técnico Tite. Em entrevista coletiva em Moscou, onde a equipe enfrenta a Sérvia nesta quarta, o treinador comentou que uma derrota e o possível vexame de ficar fora do torneio logo na primeira fase levam a situação se assemelhar à enfrentada por ele no comando do Corinthians, em 2011, na campanha da Copa Libertadores.

+ Tite diz que 'trajetória' de Paulinho e Willian os mantém como titulares

+ Tite nega mudanças na seleção e defende choro dos jogadores na Copa

+ Miranda será capitão da seleção brasileira contra a Sérvia

Naquele ano o clube foi eliminado na fase prévia da competição ao perder para o Tolima, da Colômbia, resultado tido como vergonhoso na época. O treinador foi questionado sobre se a Sérvia pode ser uma repetição desse roteiro, e ele confirmou. "Pode. Todas as situações são possíveis. E eu não as descarto. Todo aprendizado que trouxe do passado", comentou o treinador brasileiro.

Tite disse que a situação atual é diferente pois ao contrário de 2011, tem muito mais tempo no cargo. "Hoje tenho dois anos de participações, 23 jogos. É pouco em relação ao Löw (Joachim Löw, técnico da Alemanha", disse o brasileiro. "Aquilo que não tinha contra o Tolima, hoje tenho forte. Mas pode ser. É da vida", completou Tite, que precisa somente de um empate para garantir a classificação brasileira.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.