Tite cita Darlan Romani e Bia Ferreira como 'exemplo a ser seguido'

Tite cita Darlan Romani e Bia Ferreira como 'exemplo a ser seguido'

Treinador enalteceu o desempenho dos atletas nos Jogos Olímpicos de Tóquio; Zagallo também foi homenageado por seu aniversário de 90 anos

Marcio Dolzan / RIO, O Estado de S.Paulo

13 de agosto de 2021 | 14h54

A convocação da seleção brasileira para os três próximos jogos das Eliminatórias foi marcada também por homenagens de Tite e da comissão técnica a outros esportistas. Primeiro, eles parabenizaram o tetracampeão Zagallo, que completou 90 anos esta semana. Depois, o treinador aproveitou uma pergunta sobre a seleção olímpica para enaltecer o desempenho de Darlan Romani, do arremesso de peso, e de Beatriz Ferreira, do boxe, nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

A referência aos dois veio quando Tite respondeu a uma pergunta sobre o quanto a conquista do ouro olímpico pesou na convocação de seis atletas que estiveram em Tóquio. "Enquanto sociedade, a gente valoriza só o primeiro colocado, e acha que os outros todos não têm valor", disse Tite.

"Mas a gente vê o Darlan fazer arremesso de peso, é o quarto colocado nas Olimpíadas e passa para nós um exemplo a ser seguido. Porque mostra o vídeo dele treinando em condições precárias. Ele é exemplo, pra mim e para uma série de garotos que olha e vê nele um vencedor que superou as adversidades."

O vídeo citado por Tite viralizou nas redes sociais. Nele, o atleta aparece fazer seus treinos em um terreno baldio. O próprio atleta explicou depois que o improviso ocorreu como forma de respeitar o lockdown, uma vez que o clube em que treinava precisou ficar fechado.

Outro exemplo citado por Tite foi de Bia Ferreira, que conquistou a prata. "Quando tu vê uma Bia, do boxe, que é medalha de prata e 'perde' (aos olhos da sociedade), ela pede 'desculpa meu pai, desculpa Brasil'. Não (pede) desculpa não, tu me orgulha, Bia. Tu me orgulha enquanto ser humano. O quanto tu trabalhou pra chegar, tu é exemplo. Sabe por quê? Porque é um só que vai vencer.

Então aquela geração de jovens - eu não estou falando de marmanjo não, que já tem opinião formada -, a garotada, ele vai exemplificar. Ele vai saber o quanto tu trabalhou para chegar neste momento", declarou Tite, para então responder à questão sobre o peso do ouro olímpico na convocação. "Não vai ser a condição de medalha de ouro ou de prata que vai diferenciar a nossa avaliação desses profissionais."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.