Daniel Augusto Junior/Agência Corinthians
Daniel Augusto Junior/Agência Corinthians

Tite cobra vitória e bom futebol contra o líder Atlético-MG em casa

Treinador corintiano quer que equipe mostre grandeza em Itaquera

RAPHAEL RAMOS, O Estado de S. Paulo

17 de julho de 2015 | 19h14

Tite afirmou nesta sexta-feira que não basta vencer o Atlético-MG neste sábado, às 21h, no Itaquerão. O técnico do Corinthians quer o seu time jogando bem diante do líder do Campeonato Brasileiro. "Se o Corinthians vencer jogando bem, tem um peso muito importante ao derrotar o líder. Mas, se vencer circunstancialmente, não tem peso porque logo em seguida haverá o revés", disse.

Tite reconhece que o Atlético está melhor do que a sua equipe, mas confia que, com a força da torcida, o Corinthians pode se impor. Já foram vendidos mais de 30 mil ingressos. "O Atlético venceu cinco partidas fora de casa. Isso passa a ser importante. Tem uma série de elementos. Jogamos perto do torcedor e precisamos ter esse apoio. O Atlético está um pouco à frente na construção da equipe e vamos ter de compensar isso de alguma forma."

O Corinthians terá dois desfalques. O goleiro Cássio, machucado, será substituído por Walter. No lugar do meia Jadson, suspenso, entra o atacante Rildo. O ex-jogador da Ponte Preta ganhou a disputa com Danilo por ter mais fôlego para ajudar na marcação, segundo Tite.

"Ele teve bom desempenho nos treinos e jogos. Isso foi determinante. Ele vinha de um bom ritmo. Danilo tem uma qualidade técnica impressionante, mas, por causa da mobilidade, fica difícil para ele", explicou o treinador.

O Corinthians está escalado para enfrentar o Atlético-MG com: Walter; Fagner, Felipe, Gil e Uendel; Bruno Henrique e Elias; Malcom, Renato Augusto e Rildo; Vagner Love.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansTite

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.