Tite confirma Dentinho e diz que vai atacar o Santos

O técnico Tite indicou nesta sexta-feira que deve manter Dentinho na equipe titular do Corinthians para a final do Campeonato Paulista, neste domingo, na Vila Belmiro, contra o Santos. Em baixa na equipe, o atacante corria risco de perder posição para Willian, tido como novo talismã do elenco.

AE, Agência Estado

13 de maio de 2011 | 19h35

"A tendência é a manutenção da equipe, que está adquirindo certo entrosamento", disse Tite, em entrevista coletiva no CT do Parque Ecológico. Ele também negou que a provável transferência de Dentinho para o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, ao fim do Paulistão, pode interferir no desempenho do atacante em campo nesta decisão.

"Dentinho está dentro da nossa busca do grande objetivo, joga há cinco anos aqui. Assim como o Bruno César (negociado com o Benfica) permaneceu e mostrou estar focado", afirmou Tite. "Eles foram muito leais na sequência de trabalho, tanto o Dentinho quanto o Bruno sabem da responsabilidade que têm no clube e nossa possibilidade maior é da manutenção (dos titulares)."

O treinador garantiu que o Corinthians vai manter seu estilo de jogo ofensivo na Vila Belmiro, sem temer se expor ao forte ataque santista. "Não acredito em se dar bem ficando só atrás, querendo explorar contra-ataques. Não me passa pela cabeça outro esquema que não seja o de agredir, buscar o gol."

Tite não quer ficar com o rótulo de covarde. Vai para cima do Santos. "Nossa equipe não é assim e não vou tirá-la da normalidade. Mudar a característica é ser burro e covarde. Burrice pode ser na interpretação, não na ideia, já que disputamos cinco clássicos jogando assim e perdemos apenas um, diante do São Paulo, naquelas condições (com dois jogadores expulsos)", lembrou Tite. "Ser covarde? Não faço parte disso e não vamos ficar lá atrás."

Com isso, o time corintiano deve ter: Julio Cesar; Alessandro, Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf, Paulinho e Bruno César; Jorge Henrique, Liedson e Dentinho. Alessandro, suspenso, foi o único que não jogou na partida de ida da decisão, no Pacaembu, e volta à equipe no lugar de Wallace.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.