Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Tite confirma escalação do Brasil com Fagner e Firmino contra o Paraguai

Treinador não faz mistério e revela time que encara o Paraguai

Ciro Campos e Leandro Silveira, Estadao Conteudo

27 de março de 2017 | 20h18

O técnico Tite não repetiu o mistério dos treinos fechados da seleção brasileira dos dois últimos dias e confirmou nesta segunda-feira a escalação da equipe para enfrentar o Paraguai, nesta terça, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo. Em entrevista coletiva na Arena Corinthians, local da partida, o treinador revelou a escalação com a presença do lateral Fagner e do atacante Firmino entre os titulares.

Na busca pela oitava vitória seguida no comando da seleção brasileira, Tite novamente não vai mandar a equipe a campo com surpresas. A principal dúvida para o jogo com o Paraguai era Firmino, poupado do treino desta segunda-feira por estar com dores de garganta. Mas o atacante teve a presença confirmada. Já o lateral-direito Fagner herda a vaga de Daniel Alves, suspenso por ter levado cartão amarelo contra o Uruguai.

Tite explicou ter fechado os treinos não para esconder o time, mas sim para ter mais privacidade. "Estou me adaptando, me reinventando na função de técnico da seleção. Em alguns momentos oportunos eu fechava treinos quando trabalha em clube, e entendi que esse era o momento de ter um pouquinho mais de privacidade porque posso gritar mais forte, chamar uma concentração maior, pedir mais foco", afirmou o treinador.

Nos nove meses no cargo, esses dois trabalhos na Arena Corinthians foram os primeiros de Tite no Brasil sem a presença dos jornalistas. Nesta segunda o trabalho só teve 15 minutos abertos à imprensa, enquanto o de domingo teve 20 minutos. Durante a entrevista, o treinador anunciou a escalação com: Alisson; Fagner, Marquinhos, Miranda e Marcelo; Casemiro; Renato Augusto, Paulinho, Philippe Coutinho e Neymar; Roberto Firmino.

O treinador afirmou ter estudado a equipe paraguaia, dirigida pelo ex-lateral Francisco Arce, e viu qualidades. "Eles alternam a pressão. Às vezes pressionam na frente, e isso te induz ao erro. Também fazem boas triangulações e têm bola parada forte", explicou. O adversário do Brasil está na sétima posição das Eliminatórias Sul-Americanas e vem de vitória por 2 a 1 sobre o Equador.

INGRESSOS

O jogo desta terça-feira está com a carga quase toda esgotada. Restam somente 2,7 mil bilhetes dos 46,8 mil colocados à venda. A comercialização continua nesta terça nas bilheterias do Pacaembu, Allianz Parque, Morumbi e no Parque São Jorge.

Tudo o que sabemos sobre:
Seleção brasileirafutebolTite

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.