Divulgação
Divulgação

Tite confirma Miranda como novo capitão da seleção brasileira

Zagueiro se diz honrado de 'levar a tarja' mais uma vez

Almir Leite, Estadão Conteúdo

31 Agosto 2016 | 19h58

Confirmado como capitão da seleção brasileira, o zagueiro Miranda se disse honrado nesta quarta-feira. Na realidade, ele assume um posto que estava sendo seu na ausência de Neymar quando Dunga ainda era o treinador. E ressaltou que está especialmente recompensado pelo fato de no grupo haver vários jogadores com perfil de liderança.

"Mais uma vez vou ter a felicidade de levar essa tarja de capitão. Sabemos que a seleção tem vários líderes e fico muito feliz por isso", disse, em entrevista na noite desta quarta-feira, em Quito.

Ele considera que a partida de quinta-feira com o Equador será bastante difícil, mas acredita que Tite começará bem sua trajetória na seleção. "É um jogo, importante, a gente veio aqui em busca da vitória. A gente tem de fazer boa partida para ficar mais próxima dos três pontos. Eles têm o melhor ataque, mas a gente tem de se preocupar com o todo para não ser surpreendido."

A seleção brasileira enfrentará o Equador às 18 horas (horário de Brasília) desta quinta-feira, na altitude de Quito. O duelo será válido pela sétima rodada das Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo de 2018.

Miranda herda assim a faixa de Neymar. O atacante era o capitão com Dunga quando estava presente na seleção, mas Tite não queria mantê-lo no posto. O próprio Neymar, ao perceber a situação e depois de ser criticado por seu comportamento como capitão do time olímpico, se antecipou e disse que não queria mais a faixa.

O defensor, ex-Atlético de Madrid e hoje na Inter de Milão, foi capitão da seleção brasileira principal durante a Copa América Centenário, em junho, ainda sob o comando de Dunga, demitido do cargo após a eliminação do time nacional ainda na primeira fase.

Mais conteúdo sobre:
Miranda Dunga Quito Equador Tite Brasília

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.