Rafael Ribeiro|Divulgação
Rafael Ribeiro|Divulgação

Tite convoca cinco jogadores sub-20 para treinar com a seleção principal

Léo Santos, Lucão, Auro, Marlon e Evandro foram chamados

Estadão Conteúdo

24 Agosto 2016 | 18h39

Depois de anunciar sua primeira convocação à frente da seleção brasileira, o técnico Tite chamou nesta quarta-feira cinco jogadores sub-20 para participarem da preparação do time para os dois jogos das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018, contra Equador e Colômbia, no próximo mês.

Tite convocou os zagueiros Léo Santos, do Corinthians, e Lucão, do São Paulo, o lateral-direito Auro, também do São Paulo, e o lateral-esquerdo Marlon, do Criciúma. O atacante Evandro, do Coritiba, completa a restrita lista de jogadores que não serão relacionados para os jogos das Eliminatórias, mas participarão dos treinos.

"São jogadores que temos no nosso banco de dados, que têm o costume de vestir a camisa da Seleção em outras categorias. Foi um pedido do Tite para auxiliar nos treinamentos e acho que será importante", disse Edu Gaspar, coordenador da seleção principal, ao explicar a convocação inesperada.

Todos os cinco atletas chamados têm experiência na base da seleção. Marlon e Evandro participaram da preparação da seleção olímpica, em julho, para o Rio-2016, nestes mesmos moldes, auxiliando nos treinos, enquanto ganhavam experiência. Os outros três defenderam a camisa da seleção em torneios sub-15, sub-17 e sub-20.

"Estamos sempre os monitorando. O Evandro, por exemplo, esteve recentemente conosco no Torneio de Suwon, na Coreia do Sul. Estamos em processo de montagem do grupo sub-20 para 2017, quando teremos Sul-Americano e, se tudo der certo, Mundial da categoria. Quanto mais rodagem eles tiverem, melhor", disse Erasmo Damiani, coordenador das categorias de base da CBF.

Tite fará sua estreia como técnico da seleção principal no dia 1º de setembro, contra o Equador, em Quito. No dia 6, o adversário será a Colômbia, em Manaus.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.