Wilton Junior/Estadão
Wilton Junior/Estadão

Daniel Alves é cortado da seleção e Fagner é chamado para amistosos na Europa

Lateral vai desfalcar o Corinthians na primeira partida da quartas de final do Paulistão

Redação, O Estado de S.Paulo

18 de março de 2019 | 11h11

A CBF anunciou nesta segunda-feira o corte do lateral-direito Daniel Alves, do Paris Saint-Germain, por causa de uma lesão no joelho esquerdo, e a convocação de Fagner, do Corinthians, para os amistosos da seleção brasileira contra o Panamá, neste sábado, na Cidade do Porto, em Portugal, e contra a República Checa, na terça seguinte, em Praga.

Aos 29 anos, Fagner tem oito jogos pela seleção brasileira, sendo quatro deles disputados na última Copa do Mundo, na Rússia. Na competição, o lateral-direito já havia herdado o lugar de Daniel Alves e acabou sendo titular depois que Danilo também se machucou.

Segundo a CBF, o jogador do Corinthians chegará à Cidade do Porto nesta terça-feira, juntamente com o atacante Everton, do Grêmio. A previsão da comissão técnica é ter 21 jogadores no treino desta segunda, no estádio do Boavista, às 14 horas (de Brasília).

Após ser definida a desconvocação de Daniel Alves, o coordenador da seleção, Edu Gaspar, entrou em contato com o Corinthians para comunicar a decisão. "O Fagner nunca saiu do nosso radar de observações. Estamos falando de um jogador que esteve conosco na Copa do Mundo e que sabemos da qualidade e do que pode entregar nos jogos deste período Fifa", disse.

Edu Gaspar também ressaltou a importância de Daniel Alves para a seleção brasileira e garantiu que o lateral-direito seguirá sendo observado pela comissão técnica. "Não fechamos as portas para os atletas. Ainda mais para um líder e um jogador da importância do Dani dentro do futebol e da seleção. Falamos com ele hoje (segunda-feira) e desejamos sua pronta recuperação", completou.

Na vitória do Paris Saint-Germain no clássico contra o Olympique de Marselha por 3 a 1, no domingo, no estádio Parque dos Príncipes, em Paris, pelo Campeonato Francês, Daniel Alves sentiu dores no joelho esquerdo quando pisou no chão após uma disputa de cabeça ainda no primeiro tempo. Deixou a partida antes do final e fez exames médicos na capital francesa.

A convocação de Daniel Alves para os amistosos na Europa foi a primeira desde março do ano passado. Dois meses depois, na final da Copa da França, o lateral-direito se machucou gravemente no joelho direito e ficou de fora do Mundial e dos seis amistosos realizados no segundo semestre.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.