Lucas Figueiredo/CBF
Lucas Figueiredo/CBF

Tite convoca seleção com Bruno Guimarães e Gabriel Menino para as Eliminatórias

Equipe inicia campanha no dia 9, contra a Bolívia, em São Paulo, e depois enfrenta o Peru, em Lima

Redação, O Estado de S.Paulo

18 de setembro de 2020 | 12h41

O técnico Tite convocou a seleção brasileira nesta sexta-feira para as duas primeiras partidas nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, no Catar. A equipe estreia na disputa contra a Bolívia, no dia 9 de outubro, em São Paulo, com novidades no elenco. Gabriel Menino, do Palmeiras, foi chamado como opção para a lateral direita, enquanto o volante Bruno Guimarães, do Lyon, e o meia Everton Ribeiro, do Flamengo, também foram lembrados.

Mais de seis meses depois de anunciar a primeira lista de convocados da seleção brasileira em 2020 para o início das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, que foi adiado por causa da pandemia do novo coronavírus, o técnico Tite revelou a lista em um vídeo gravado no auditório da CBF, no Rio. Inicialmente o começo da competição estava previsto para março. 

Da lista de convocados feita em março, quando Tite chamou 24 jogadores, são sete mudanças para a divulgada nesta sexta-feira. No gol, Alisson, recuperado de lesão, e Santos, do Athletico-PR, entram nos lugares de Ederson, do Manchester City, e Ivan, da Ponte Preta. Na zaga, convocou Rodrigo Caio, do Flamengo, e tirou Eder Militão, do Real Madrid.

As duas laterais tiveram alterações. Na direita, Gabriel Menino está na vaga que era de Daniel Alves, do São Paulo, e Alex Telles, do Porto, na de Alex Sandro, da Juventus. No meio de campo, Douglas Luiz, do Aston Villa, voltou a ser lembrado e ocupa o lugar de Arthur, agora na Juventus. No ataque entrou Rodrygo, do Real Madrid, e saíram Gabriel Barbosa e Bruno Henrique, ambos do Flamengo.

Assim como fez em março, Tite convocou Gabriel Jesus. O atacante do Manchester City vai cumprir o seu último jogo de suspensão na estreia nas Eliminatórias - "gancho" sofrido em razão da final da Copa América - mas poderá jogar contra o Peru.

No retrospecto geral contra os bolivianos são 21 vitórias brasileiras, quatro empates e apenas cinco derrotas, com 99 gols marcados e 25 sofridos. Já contra os peruanos são 32 triunfos, nove empates e as mesmas cinco derrotas, com um total de 91 gols marcados e 31 sofridos. Fora o compromisso contra a Bolívia, o Brasil joga no dia 13 diante do Peru, em Lima.  

GOLEIROS

 

Alisson - Liverpool (ING)

Santos - Athletico-PR

Weverton - Palmeiras

LATERAIS

 

Danilo - Juventus (ITA)

Gabriel Menino - Palmeiras

Alex Telles - Porto (POR)

Renan Lodi - Atlético Madrid (ESP)

ZAGUEIROS

 

Thiago Silva - Chelsea (ING)

Marquinhos - Paris Saint Germain (FRA)

Felipe - Atlético de Madrid (ESP)

Rodrigo Caio - Flamengo

MEIAS

 

Casemiro - Real Madrid (ESP)

Fabinho - Liverpool (ING)

Bruno Guimarães - Lyon (FRA)

Douglas Luiz - Aston Villa (ING)

Philippe Coutinho - Barcelona (ESP)

Everton Ribeiro - Flamengo  

ATACANTES

 

Gabriel Jesus - Manchester City (ING)

Rodrygo - Real Madrid (ESP)

Neymar - Paris Saint Germain (FRA)

Everton - Benfica (POR)

Roberto Firmino - Liverpool (ING)

Richarlison - Everton (ING)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.