Daniel Teixzeira/Estadão
Daniel Teixzeira/Estadão

Tite fica satisfeito com desempenho das 'peças de reposição'

Corinthians vê vantagem na liderança cair para três pontos

Raphael Ramos, O Estado de S. Paulo

10 de setembro de 2015 | 07h18

Tite lamentou o empate por 1 a 1 com Grêmio, quarta-feira, no Itaquerão, mas saiu satisfeito com o rendimento da equipe. O treinador do Corinthians destacou o fato de o time ter jogado com cinco desfalques. Tite não pôde contar com o zagueiro Gil, o lateral-direito Fagner, o lateral-esquerdo Uendel e os volantes Bruno Henrique e Elias.

"Estou feliz, não pelo resultado, mas pelo desempenho das peças de reposição", afirmou o treinador, que com 15 minutos de jogo também perdeu o lateral-esquerdo Guilherme Arana, machucado. Sem opções no banco, ele teve de improvisar o zagueiro Yago no setor. 

Para Tite, o Corinthians, inclusive, poderia ser saído com a vitória se não fosse grande defesa do goleiro Tiago após chute de Rildo, aos 28 minutos do segundo tempo, quando o jogo já estava 1 a 1. "Nosso melhor momento foi a partir do gol de empate. O goleiro do Grêmio fez a defesa do campeonato, foi incrível. Eu não acreditei. Ele teve uma velocidade de reação extraordinária", disse.

Com o empate desta quarta-feira, o Corinthians chegou aos 51 pontos e viu a diferença para o Atlético-MG, segundo colocado, cair para três pontos. Há duas rodadas, a equipe tinha sete pontos a mais do que o adversário. "Não vou avaliar a pontuação, mas tenho certeza que, com o time com tantos problemas, tantas modificações, eu tenho que enaltecer o desempenho da equipe", afirmou. O Corinthians volta a campo no domingo, quando enfrenta o Joinville às 11h, no Itaquerão. Tite terá os retornos de Gil, Fagner, Uendel, Bruno Henrique e Elias.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansBrasileirãoTite

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.