Tite crê em superação da Seleção Sub-23

O técnico Tite, do São Caetano, mantém a confiança de que os jogadores da Seleção Brasileira Sub-23, eliminada no Torneio Pré-Olímpico, vão conseguir superar o "trauma" natural provocado pela ausência na Olimpíada de Atenas. "É uma marca que eles vão carregar para sempre, mas terão chance de se redimir em futuras competições, não só em seus clubes como na própria seleção". Tite ressalta ainda a alta condição técnica do time, citando nomes como "Fábio Rochemback, Diego, Daniel Carvalho, Alex e muitos outros. A base é formada por jogadores do Cruzeiro e Santos, respectivamente, o campeão e vice brasileiro".Considerando a eliminação "uma fatalidade", Tite evita fazer qualquer comentário sobre o trabalho desenvolvido pelo técnico Ricardo Gomes. Por conta da ética, diz apenas desconhecer "as condições de trabalho da seleção".Outros técnicos têm posição parecida, como Luiz Carlos Ferreira, do Santo André. Segundo ele, o quadrangular reuniu quatro seleções de mesmo nível técnico. "Se o Brasil tinha mais individualidades, os demais tinham também qualidades, como a garra da Argentina, o conjunto do Paraguai e a força da torcida do Chile". Por isso, segundo Ferreira, mais do que técnica o "Brasil deveria ter mostrado espírito de seleção".

Agencia Estado,

26 de janeiro de 2004 | 18h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.