Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Tite é cauteloso ao comentar entrada do Corinthians no G-4

Treinador diz que a equipe está em construção e pode oscilar

RAPHAEL RAMOS, O Estado de S. Paulo

09 de julho de 2015 | 23h12

Mesmo com o Corinthians no G-4 do Brasileiro, Tite foi cauteloso ao comentar sobre as possibilidades de a equipe ser campeã ou se classificar para a Libertadores. Para o treinador, a definição vai ficar apenas para a reta final do Nacional. Foram disputadas até agora 12 rodadas. O campeonato tem 38.

"Não projeto G-4 agora. Vai ficar para nas últimas dez ou 12 rodadas. Queremos estar no bolo, para fazer como os cavalos de corrida e dar o sprint final", disse Tite após a vitória por 2 a 0 sobre o Atlético-PR, nesta quinta-feira à noite, no Itaquerão.

Tite faz questão de ressaltar que a equipe está em processo de reconstrução após a saída de três titulares: Emerson, Guerrero e Fábio Santos. Um dos pontos em que a equipe ainda tem de amadurecer, na visão de Tite, é o ataque. "É prematuro qualquer situação agora (sobre título). Gostei nos últimos jogos, mas o time precisava ser mais efetivo", disse.

Após um início irregular, o Corinthians está em ascensão no Campeonato Brasileiro e nos últimos quatro jogos venceu três e empatou um. Tite, no entanto, prevê oscilação de rendimento nas próximas rodadas. "Preciso dar tranquilidade, o time ainda precisa. Ele não tá consolidado. Tem momentos que erra e o torcedor quer o melhor. Precisa ter um pouco mais de calma, rodar a bola com os zagueiros. Uma série de jogadores está se afirmando", disse Tite.

O treinador também voltou a pedir publicamente para a diretoria não vender outros jogadores. E mais: quer reforços. "A equipe que vai ser campeã e vai para a Libertadores é aquela que amadurecer durante o campeonato e trouxer peças. Estamos conversando a esse respeito. A diretoria tem consciência dessa necessidade."

O Corinthians volta a campo no domingo, quando enfrenta o Flamengo, no Maracanã. Emerson e Guerrero, que foram liberados sem custos para o Fla quando ainda tinham contrato com Corinthians, não poderão jogar por causa de um acordo feito entre os dois clubes.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.