Werther Santana/Estadão Conteúdo
Werther Santana/Estadão Conteúdo

Tite e presidente criticam provocação ao Inter: 'Falta de respeito'

Ao fim do jogo, telão da Arena Corinthians mostrou 'Põe no DVD'

DANIEL BATISTA, Estadão Conteúdo

13 de junho de 2015 | 20h20

Ao final da vitória do Corinthians por 2 a 1 sobre o Internacional, os telões do Itaquerão exibiram uma mensagem escrita "Põe no DVD" para provocar os gaúchos, mas o responsável pelo texto acabou causando efeito contrário. Se os corintianos deixaram o estádio se divertindo com a brincadeira, o mesmo não se pode falar do técnico Tite e do presidente Roberto de Andrade, que pediram desculpas aos adversários e se manifestaram contra a provocação.

A situação incomodou tanto o treinador, que mesmo sem ser perguntado do assunto durante entrevista coletiva, pediu a palavra e desabafou. "Apareceu no telão, põe no DVD. Isso não comungo, foi inconsequente. Isso não é sentimento meu e da comissão técnica. Exijo respeito e gosto que me respeitem. Já estive do outro lado e não gosto dessas coisas. Repúdio este tipo de ironia. Para mim, isso não serve", disse o treinador.

Roberto de Andrade também criticou o ato. "Sou totalmente contrário esse tipo de manifestação. Peço desculpas em nome do Corinthians e vamos apurar quem fez essa brincadeira de mau gosto", avisou.

A "polêmica do DVD" começou na decisão da Copa do Brasil de 2009, quando o então vice-presidente do Inter, Fernando Carvalho, apresentou um DVD compilando lances em que ele entendia que o Corinthians foi favorecido pela arbitragem. A atitude causou rusgas entre as diretorias e torcidas e sempre que os adversários se enfrentam, o fato é lembrado e acaba sedo motivo de provocação de ambos os lados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.