Agência Corinthians| Divulgação
Agência Corinthians| Divulgação

Tite elogia atuação no Recife e destaca a entrada de Lucca

Técnico diz que Corinthians jogou mal só 2 vezes em 2016

Estadão Conteúdo

30 de maio de 2016 | 07h00

Tite elogiou a atuação coletiva do Corinthians na vitória sobre o Sport por 2 a 0, neste domingo, no estádio da Ilha do Retiro, no Recife. O treinador destacou o desempenho da equipe sob um novo esquema tático, agora com três meias e dois volantes, um marcador e outro mais próximo do ataque.

"O esquema vai se mostrar ao longo do tempo. Meu diagnóstico profissional é de a equipe jogou só dois jogos mal no ano, contra o Palmeiras e o Santos no primeiro tempo. No mais manteve o padrão. Você faz ajustes de peças, de setores, mas a ideia da equipe permanece", disse Tite.

Para o treinador, uma das principais virtudes da equipe foi saber controlar o adversário e se impor fora de casa. "O Sport ia acelerar no início porque era normal fazer pressão em casa. Tínhamos de quebrar o ritmo, principalmente com posse de bola. Com triangulações e infiltrações, a gente teria condições de infiltrar, botar velocidade e fazer os gols, como fizemos. Ainda tivemos chance de fazer mais", afirmou.

O treinador elogiou também a atuação de Lucca, que saiu do banco de reservas no segundo tempo para substituir Luciano e abriu caminho para a vitória. "Não foi nenhuma coisa intuitiva, extraordinária, foi trabalhada. Lucca vem treinando assim, vem trabalhando nessa função nos trabalhos táticos. Ele é muito móvel nessas ações. A maior qualidade dele é a capacidade de finalização pelo alto e por baixo é muito grande".

Lucca marcou neste domingo o seu sétimo gol na temporada. É, ao lado de Romero, o artilheiro do time no ano, em jogos oficiais - o paraguaio fez também dois contra o Shakhtar Donetsk, na pré-temporada. Contra o Santos, nesta quarta-feira, inclusive, há a possibilidade de Lucca retornar ao time titular. "Vinha fora, mas não me abati, não desanimei. Respeitei a decisão da comissão. A oportunidade ia surgir e tinha de estar preparado".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.