Tite evita culpar desfalques por derrota do Inter

A invencibilidade do Internacional no Campeonato Brasileiro caiu de forma inapelável no domingo, com a derrota por 4 a 0 para o Flamengo, no Maracanã. Depois de sua pior derrota no ano, o técnico Tite evitou culpar os desfalques - entre eles Nilmar, D''Alessandro, Kléber e Taison - pelo resultado.

AE, Agencia Estado

22 de junho de 2009 | 09h34

"Dar desculpas não faz parte do meu perfil. O Internacional contratou uma série de grandes jogadores, e todos eles têm condição de produzir bem. Esse grupo chegou à liderança do Campeonato Brasileiro. Esse grupo chegou à final da Copa do Brasil. Esse grupo foi campeão gaúcho usando 35, 40 jogadores", afirmou o treinador, que preferiu elogiar o Flamengo.

"O time esteve muito abaixo da expectativa, não estávamos em um bom dia. O Flamengo se aproveitou muito bem disso e foi efetivo nas oportunidades que teve. Nós jogamos mal e o Flamengo jogou bem" avaliou.

Com a derrota, o Internacional manteve-se com 14 pontos, na vice-liderança do Brasileirão. Agora, contudo, a equipe gaúcha está a três pontos do líder Atlético-MG. O Flamengo, com os três pontos da vitória, chegou a dez, e está na sexta colocação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.