Miguel Schincariol/CBF
Miguel Schincariol/CBF

Tite exalta funções de Philippe Coutinho na seleção: 'É muito criativo'

Treinador também afirmou que não descarta um retorno de Daniel Alves para a seleção, mas não o chamou desta vez

Marcio Dolzan, Estadão Conteúdo

23 de outubro de 2020 | 14h46

Um dos jogadores que mais atuaram sob o comando do técnico Tite na seleção brasileira, o meia Philippe Coutinho voltou a ser enaltecido pela comissão técnica nesta sexta-feira, no Rio. Apesar de ter oscilado na última temporada, quando estava no Bayern de Munique, o jogador é visto como peça determinante no esquema da equipe brasileira.

"Sua função é importante", resumiu o técnico. "Ele é criativo. A faixa central do campo é importante para que ele exerça (sua função). Ele pode fazer uma recomposição pelos lados, mas essa capacidade que ele tem, e que nós precisamos tanto dele quanto do Neymar, é essa liberdade criativa", pontuou Tite.

A condição física de Coutinho também foi exaltada. "Ele é muito dedicado no que diz respeito ao aspecto físico, e ficou ainda mais depois (da passagem) do Bayern. Ele ganhou cinco quilos de peso, sendo quatro de massa muscular", afirmou o preparador físico da seleção, Fábio Mahseredjian. Coutinho retornou para o Barcelona.

Outro jogador que sempre foi um dos pilares da seleção de Tite, o lateral Daniel Alves - que atua como meia no São Paulo - voltou a ficar fora da lista. Mas isso não quer dizer que o ciclo dele na seleção tenha se encerrado. "O respeito é muito grande pelo Daniel. As pessoas sabem da relação de respeito que existe. Há uma competição em alto nível, em todas as equipes. Você faz escolhas, abre sempre a busca com acompanhamento, pela melhor performance. E a escolha de momento foi pelo Gabriel Menino", declarou Tite. No Palmeiras, Gabriel Menino tua de volante.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.