Vincent West / Reuters
Vincent West / Reuters

Tite exalta 'grande evolução' de Willian José e poder de finalização de Talisca

Treinador diz que ainda pode convocar 'ritmistas' como Lucas Lima, Diego ou Rodriguinho

Marcio Dolzan, Estadão Conteúdo

12 Março 2018 | 12h50

Tite vinha dizendo nas últimas semanas que buscava um "ritmista" para a seleção brasileira, mas na lista de convocados divulgada nesta segunda-feira para os amistosos contra Rússia e Alemanha, respectivamente nos dias 23 e 27 de março, o treinador foi ortodoxo. Ele não chamou nenhum novo articulador de "carteirinha" e as novidades ficaram no setor ofensivo, com o meia-atacante Anderson Talisca e o atacante Willian José.

+ 'Nossa primeira preocupação é com a saúde dele', diz Tite sobre Neymar

+ Convocados: Internautas criticam novidades na última lista de Tite antes da Copa

O treinador se derramou em elogios ao atacante da Real Sociedad. "Willian José e Talisca trazem componentes diferentes. Willian José faz duas grandes temporadas no Real Sociedad, tem a qualidade técnica, um desenvolvimento muito grande como atleta", disse o comandante, durante a entrevista coletiva que se seguiu à lista de convocados, na sede da CBF, no Rio. "O objetivo é termos opções com características diferentes, termos um pivô, apesar de ser um jogador móvel, de 1,89m, com muita mobilidade. Cabeceia muito, evoluiu muito."

Já ao comentar sobre o jogador do Besiktas, da Turquia, que foi outra novidade desta convocação, o treinador ressaltou: "Talisca tem finalização de média distância, tem números importantes em duas temporadas muito boas, uma bola aérea e um cabeceio de muita qualidade, além de imposição física".

Sobre a ausência de seu propalado "ritmista", Tite frisou que o fato de um jogador com essa característica não estar na lista desta segunda-feira não significa que ele e outros não chamados agora ficarão de fora da Copa do Mundo. O técnico foi mais longe e deu exemplos de atletas que podem fazer a função.

"Fernandinho tem (papel de articulador), Renato Augusto, Philippe Coutinho, Willian menos, mas têm", enumerou, citando jogadores que estão garantidos na Copa. Depois, deu indicativos de outros que podem estar na lista final. "Arthur, Fred, Rodriguinho, Diego, Lucas Lima, Giuliano...", completou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.