Tite exalta jogadores do Inter, e critica arbitragem

Apesar da derrota por 2 a 0 para o Corinthians, nesta quarta-feira, o técnico Tite disse estar satisfeito com a atuação dos jogadores do Internacional no final da primeira partida da decisão da Copa do Brasil, no Pacaembu. O jogo de volta será realizado no dia 1º de julho, no Estádio Beira-Rio.

AE, Agencia Estado

18 de junho de 2009 | 00h48

Para o treinador, os atletas mostraram superação ao não se intimidar na casa do adversário, mesmo sem contar com seus principais titulares, como Nilmar e D''Alessandro. "Quero enaltecer a forma com que a equipe encarou o Corinthians, diante dos seus torcedores, sem a força total do grupo, com atletas entrando no time", afirmou o técnico.

Questionado sobre a boa chance de gol desperdiçada por Taison no segundo tempo, Tite preferiu elogiar o goleiro Felipe e pediu menos cobrança sobre o jovem atacante do Inter. "Não vamos botar um excesso de responsabilidade em cima de um garoto. Temos que enaltecer as virtudes do Corinthians. O Felipe estava inspiradíssimo", destacou, sobre a boa defesa do goleiro corintiano no ataque de Taison.

Tite também criticou a atuação do árbitro Héber Roberto Lopes no segundo gol do Corinthians. O juiz havia marcado falta favorável aos donos da casa. Na sequência, Elias bateu a falta com a bola rolando. A jogada culminou no gol de Ronaldo, após lançamento que surpreendeu a defesa do Inter.

"Eu vou cobrar dos meus zagueiros [erros em jogadas] com bolas que não sejam paradas", disse o treinador, sobre possíveis erros da defesa do Inter no lance que resultou no gol. "Mas a bola estava andando. E a lisura do que a gente vê, a gente tem que falar", ressaltou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.