JF Diorio/AE
JF Diorio/AE

Tite exalta volume do Corinthians no segundo tempo

Próximo compromisso do time é o clássico contra o Santos, neste domingo, na Vila Belmiro

FÁBIO HECICO, Agência Estado

17 de agosto de 2012 | 08h48

SÃO PAULO - O Corinthians chegou ao seu nono jogo consecutivo sem derrota ao bater o Internacional por 1 a 0, na última quinta-feira, no Pacaembu. A vitória foi conquistada no segundo tempo, quando Douglas bateu falta na cabeça de Paulo André, que marcou. De acordo com o técnico Tite, foi também na segunda etapa que a equipe se achou em campo e conseguiu dar mais volume ao jogo.

"No segundo tempo, o Willian Arão adiantou e deixou o Ralf como único primeiro volante. Na frente tinha o Adilson como pivô, que não precisava voltar. Mas botamos volume, mesmo sem muito entrosamento, depois da entrada do Giovanni, que tem uma qualidade técnica maior. A equipe botou volume, articulou, e em uma bola parada decidiu. As faltas começaram a acontecer perto da área e em uma delas tivemos a felicidade de fazer o gol", comentou.

Esta reação no segundo tempo parece ter se tornado uma característica corintiana, já que os últimos cinco gols da equipe foram marcados na etapa final. A boa sequência de resultados, com cinco vitórias e quatro empates, fez com que o time do Parque São Jorge subisse na tabela, ocupando hoje a nona colocação, com 24 pontos.

"Ainda tem muito Brasileiro para disputar", afirmou o técnico Tite. "Isso é para registrar o campeonato, nossa reação em um campeonato difícil como esse. Foram nove jogos, com cinco vitórias e quatro empates. Eles tiveram uma participação importante nesta recuperação", completou.

Mesmo com os números mostrando a consistência da defesa corintiana, que levou apenas dois gols nos últimos seis jogos, Tite garantiu que o bom momento é fruto do "equilíbrio". "O time passa a ideia de equilíbrio, não adianta não tomar gol se não criar. Não procuro ter uma escola, mas uma ideia de equilíbrio. Quero que seja agressivo, que use a bola aérea", apontou.

O próximo compromisso corintiano é o clássico contra o Santos, neste domingo, na Vila Belmiro. Para a partida, Tite não poderá contar com Alessandro e Chicão, suspensos, mas terá as voltas de Paulinho, Ramírez e Guerrero, além do possível retorno de Emerson. Outro que pode viajar com a equipe é o volante Guilherme, recém-contratado junto à Portuguesa. "Vou ter condição de avaliá-lo. Voltam jogadores importantes", resumiu o treinador.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoCorinthiansTite

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.