Daniel Augusto Jr/AgCorinthians
Daniel Augusto Jr/AgCorinthians

Tite muda Corinthians em cima da hora para a Libertadores

Troca de Lodeiro por Jadson altera armação das jogadas de ataque. Alvinegro encara o Once Caldas na quarta-feira, no Itaquerão

Raphael Ramos, O Estado de S.Paulo

03 de fevereiro de 2015 | 07h00

O acerto de Lodeiro com o Boca Juniors obriga Tite a mudar o Corinthians às vésperas do primeiro confronto com o Once Caldas, pelata pré-Libertadores, no Itaquerão. Com a entrada de Jadson, o treinador mexe na estrutura da equipe que ele ensaiou durante toda a pré-temporada. Sem Lodeiro, o time perde velocidade, mas ganha qualidade no passe com Jadson.

A mudança no perfil do time ficou evidente na partida contra o Marília, domingo, pelo Campeonato Paulista. Jadson não é um jogador que se movimenta tanto como Lodeiro, porém tem o passe mais preciso. O primeiro gol, de Renato Augusto, nasceu de uma “cavadinha” de Jadson, que encobriu a defesa e chegou com perfeição ao companheiro.


Desde o primeiro treino coletivo do ano, durante a pré-temporada nos Estados Unidos, Tite vinha escalando Lodeiro entre os titulares. Ao lado de Renato Augusto, o uruguaio foi escolhido para fazer a ligação entre a defesa e o ataque. Lodeiro também era orientado a jogar pelas beiradas do campo para, assim, abrir espaço para as infiltrações de Elias pelo meio.

Pragmático, Tite fez poucos testes na equipe e nos três amistosos repetiu os titulares para que os atletas ganhassem entrosamento. Agora, se vê diante da necessidade de mudar o time. Jadson tem um estilo diferente de jogo. O meia atua centralizado e carrega mais a bola. Um dos seus pontos fortes é a jogada de bola parada.

O meia ficou sabendo que seria titular contra o Marília no ônibus, já a caminho do Itaquerão. Tite teve de trocar a escalação de última hora, após ser avisado de que Lodeiro havia chegado a um acordo com o Boca Juniors – a diretoria aceitou a oferta de US$ 2,8 milhões (R$ 7,5 milhões) do clube argentino pelos 50% dos direitos econômicos do jogador que pertencem ao Corinthians. O restante é de um grupo de investidores.

Na segunda-feira, enquanto aguardava a documentação para finalizar a sua transferência, Lodeiro treinou com os reservas. Também participaram da atividade os jovens Rodrigo Sam (zagueiro), Guilherme Arana (lateral-esquerdo) e Marciel (volante), campeões da Copa São Paulo.

Como Tite faz questão de contar com pelo menos dois jogadores por posição no elenco, nos próximos dias também deve subir para o profissional o meia Matheus Cassini para ser o reserva de Jadson. Contra o Once Caldas, o zagueiro Edu Dracena ficará pela primeira vez como opção no banco.

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolCorinthiansLibertadores

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.