Tite não quer ver Inter atacando desesperadamente

O Inter precisa de uma vitória simples sobre o Flamengo, nesta quarta-feira, no Beira-Rio, para ir às semifinais da Copa do Brasil - houve empate de 0 a 0 no jogo de ida. Por isso mesmo, o técnico Tite não quer ver seu time atacando desesperadamente.

AE, Agencia Estado

19 de maio de 2009 | 21h16

"A estratégia é ter um bom desempenho e fazer uma partida equilibrada. O gol só irá acontecer se executarmos bem estes passos. Não se vence de qualquer jeito, a qualquer custo. Tem que jogar bem, criar e marcar", afirmou Tite.

O treinador sabe que o Flamengo é perigoso nos contra-ataques e, por isso, pede atenção aos seus jogadores, para não deixarem buracos na defesa. E não esquece de cobrar a união do grupo. "A individualidade só aparece quando o coletivo está fortalecido", disse Tite.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolInterTite

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.