José Patrício/AE
José Patrício/AE

Tite pede 'efetividade' nas finalizações no Corinthians

Apesar dos bons resultados, futebol apresentado pela equipe não é o desejado pelo técnico

AE, Agência Estado

23 de fevereiro de 2012 | 13h39

SÃO PAULO - O Corinthians começou bem a temporada 2012. Já são dez jogos de invencibilidade, com sete vitórias e três empates, e a liderança provisória do Campeonato Paulista - pode ser perdida nesta quinta-feira se o Palmeiras vencer o Oeste. No entanto, o futebol apresentado ainda não é o desejado pelo técnico Tite. Para ele, a equipe precisa ser mais efetiva nas finalizações.

"Nos últimos cinco jogos do ano passado, não tivemos partidas bonitas taticamente, eram muito nervosas. Este ano tentei apressar a retomada de ritmo, o condicionamento físico. Agora precisamos trabalhar mais a finalização. É um processo, precisamos criar e ter uma precisão maior. Esta efetividade de fazer gol até está acontecendo, mas falta um pouco ainda", declarou.

Com os dois gols marcados diante da Portuguesa, na vitória por 2 a 0 na última quarta-feira, o ataque corintiano chegou aos 13 gols em dez jogos na temporada. Por isso, Tite cobrou uma evolução da equipe ainda no Campeonato Paulista para que, na partida contra o Nacional-PAR, no dia 7 de março, pela Libertadores, ela possa ser vista.

"A gente não pega e solta as coisas na hora que quer. Não se pega confiança e solta na hora que quer, nem ritmo. É uma continuidade. Vocês vão sempre ver esta cobrança de mim. Há o elogio quando é merecido, mas precisamos cobrar para que o ritmo não diminua no Paulista", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.