Saeed Khan/ AFP
Saeed Khan/ AFP

Tite prepara mais testes na seleção para o amistoso com a Austrália

Depois de perder para a Argentina, próximo desafio da equipe brasileira será na terça-feira

Estadao Conteudo

11 de junho de 2017 | 08h26

Tite não gostou de perder para a Argentina. No entanto, ficou satisfeito com o desempenho do time no amistoso da última sexta-feira em Melbourne, apesar da falta de "efetividade" ofensiva e também já não tem mais sobre si o "peso" de manter a invencibilidade no comando da seleção brasileira. Além disso, o tropeço não muda o que foi planejado. Ele vai aproveitar o jogo de terça-feira contra a Austrália para fazer mais algumas experiências e observações.

A tendência é que o treinador dê oportunidades a mais alguns dos jogadores que ele chamou para este giro pela Oceania. Não vai fazer alterações radicais, mas pretende mexer no time. "Temos sim a intenção de poder utilizar outros jogadores, mas com uma certa coerência. Se não, o desempenho da equipe pode ficar prejudicado", afirmou Tite.

No gol, por exemplo, ele pode aproveitar para testar Diego Alves, do Valencia. Weverton atuou com a Argentina, não teve muito trabalho, mas seu comportamento agradou. Ederson, recém-contratado pela Manchester City, talvez tenha de esperar mais um pouco.

David Luiz também tem boa chance de jogar contra os australianos. Tite não tem o hábito de escalar um jogador só porque o convocou, mas depois da excelente temporada feita com a camisa do Chelsea, existe especial interesse em saber se o zagueiro, "queimado" com Dunga, o treinador anterior, entre outros fatores por se mostrar atabalhoado, está mais maduro e controlado.

APROVADO

Thiago Silva, ao que tudo indica, passou no teste. O zagueiro do Paris Saint-Germain não era titular da seleção desde a Copa América de 2015, passou um bom período sem ser convocado nem por Dunga nem por Tite, e recebeu contra a Argentina a primeira oportunidade real de mostrar ter condições de fazer parte do grupo que irá à Rússia.

Capitão da seleção na sexta-feira, ele teve um desempenho aprovado pela comissão técnica - a rigor não teve muito trabalho com o ataque argentino -, e entende que voltou bem. "Estive super tranquilo, tentei trabalhar da melhor maneira possível, pena que não tivemos um resultado favorável", disse. Thiago Silva pode ser mantido na equipe.

Tite não dá pistas concretas das alterações que irá fazer, mesmo porque o time já está bastante desfalcado em relação às partidas das Eliminatórias para a Copa do Mundo, mas poderá observar por mais tempo o lateral-direito Rafinha - jogou parte do segundo tempo contra a Argentina -, além de testar Alex Sandro na outra lateral.

Diego Souza também é cotado para encarar os australianos, mesmo porque Gabriel Jesus levou uma forte pancada no rosto na sexta-feira e só não será poupado se estiver realmente bem.

Tudo o que sabemos sobre:
australiafutebolTiteBrasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.