Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Tite promove o retorno de Arthur à seleção para jogo com a Venezuela

Meia do Barcelona deve fazer sua estreia na Copa América após sentir dores no joelho no amistoso contra Honduras

Ciro Campos, enviado especial a Salvador, O Estado de S. Paulo

16 de junho de 2019 | 18h26

A seleção brasileira terá o retorno do meio-campista Arthur para o jogo desta terça-feira contra a Venezuela, em Salvador, pela segunda rodada da fase de grupos da Copa América. O técnico Tite esboçou neste domingo a formação em um treino tático no estádio do Barradão em que confirmou a presença do jogador do Barcelona entre os titulares.

Arthur esteve fora do time nos últimos dias e virou desfalque na estreia da Copa América, contra a Bolívia, por sentir dores no joelho direito. O jogador levou uma pancada no amistoso contra Honduras, em Porto Alegre, no dia 9, e passou por tratamento intensivo para se recuperar. Como ele perdeu alguns treinos da última semana, Tite preferiu apostar em Fernandinho para a partida de abertura da competição.

Neste domingo, em Salvador, a seleção brasileira fez o primeiro treino na capital baiana. Tite permitiu a presença da imprensa nos primeiros 20 minutos, quando foi possível notar a separação dos times. Arthur integrou a formação titular, enquanto Fernandinho foi designado como um dos reservas.

Os titulares permaneceram em um dos lados do gramado em uma atividade de marcação de jogadas de bola parada. A equipe tinha: Alisson; Daniel Alves, Thiago Silva, Marquinhos e Filipe Luis; Casemiro, Arthur e Philippe Coutinho; Richarlison, David Neres e Roberto Firmino.

A atividade contou ainda com a presença de Eder Militão. O zagueiro havia se tornado dúvida no time pois deixou o treino de sábado, ainda em São Paulo, com fortes dores no quadril. No entanto, ele se recuperou e está liberado. Quem continua fora é o goleiro Ederson. O reserva imediato de Alisson tem lesão na panturrilha e só deve retornar aos trabalhos no fim desta semana.

A seleção brasileira volta a treinar na tarde desta segunda-feira, na Fonte Nova, local da partida de terça, contra a Venezuela. A atividade terá a presença dos jornalistas por apenas 15 minutos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.