Wilton Junior/Estadão
Wilton Junior/Estadão

Tite se diz tranquilo para estreia na Copa: 'Temos convicção do desempenho'

Técnico da seleção brasileira reconhece boa expectativa para partida diante da Suíça, neste domingo, às 15h

Almir Leite, Ciro Campos e Leandro Silveira, enviados especiais / Rostov, O Estado de S.Paulo

16 Junho 2018 | 13h26

O técnico da seleção brasileira, Tite, afirmou neste sábado que está tranquilo e confiante para a estreia da equipe na Copa do Mundo da Rússia, neste domingo, às 15 horas (de Brasília), contra a Suíça, na cidade de Rostov. Na entrevista coletiva, realizada após o última atividade de preparação para o duelo, o treinador brasileiro garantiu que o time não vai decepcionar a torcida no primeiro jogo e conseguirá demonstrar um futebol do mesmo nível mostrado nas partidas anteriores.

+ Brasil lidera o desafio de acabar com a hegemonia europeia em Copas

+ Com jeitinho brasileiro, amigos fzem marcação cerrada no time de Tite

+ "Contra grandes, sempre jogamos bem", diz goleiro da Suíça

"O trabalho realizado até agora nos dá expectativa, mas também uma paz de que fizemos uma preparação muito forte, uma construção forte, com convicção de que amanhã (domingo) teremos dificuldade, mas um desempenho parecido ao que tivemos nas Eliminatórias e amistosos", afirmou o comandante, que em 21 jogos no cargo só perdeu uma vez, em um amistoso para a Argentina, realizado na Austrália, em junho do ano passado.

Tite explicou não sentir nervosismo por confiar no trabalho realizado desde junho de 2016, quando assumiu o posto do demitido Dunga. Até a hora do jogo, o treinador garante que não terá problemas com o sono e planeja ficar mais quieto e pensativo. "Fico no meu canto, procuro refletir situações importantes, exemplos dentro da competição, preparar palestra. Quero ficar focado no que é importante concentrar minhas energias", comentou.

 

A equipe vai a campo na estreia com os mesmos titulares do amistoso do último domingo, contra a Áustria, batida por 3 a 0 em Viena. A formação terá: Alisson; Danilo, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Casemiro, Paulinho e Philippe Coutinho; Willian, Neymar e Gabriel Jesus. O time também treinou nos últimos dias em Sochi, local onde a seleção faz a preparação durante a Copa do Mundo da Rússia.

O treinador brasileiro também comentou sobre Neymar. Três meses depois de passar por cirurgia no pé direito, o atacante do Paris Saint-Germain está de volta à equipe, mas, segundo Tite, ainda abaixo do ideal. "Ele não está 100% ainda. Os índices de sprint em velocidade máxima dele é impressionante. Mas não está em sua plenitude ainda. Já está em um processo bem evoluído do que imaginávamos e suficientemente bom para fazer um grande jogo", comentou.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.