AP
AP

Titular da seleção inglesa campeã em 1966, Ray Wilson morre aos 83 anos

Morte confirmada nesta quarta-feira pelo Huddersfield, clube em que ele mais atuou durante a sua carreira

Estadão Conteúdo

16 Maio 2018 | 14h02

Ray Wilson, o lateral-esquerdo titular da seleção inglesa em todos os seis jogos da conquista do título da Copa do Mundo em 1966, faleceu. Ele estava com 83 anos e teve a sua morte confirmada nesta quarta-feira pelo Huddersfield, clube em que mais atuou durante a sua carreira. O ex-jogador sofria com mal de Alzheimer desde 2004.

+ Veja nossa página especial da Copa de 2018

+ Raio-X - Conheça as seleções da Copa da Rússia

Aos 32 anos, Wilson era o mais velho jogador da escalação da seleção da Inglaterra que venceu a Alemanha Ocidental por 4 a 2, em duelo definido na prorrogação, na final da Copa do Mundo de 1966, no Estádio de Wembley.

Wilson fez 63 partidas pela Inglaterra entre 1960 e 1968, antes de deixar de atuar pela seleção por causa de uma leão no joelho. O lateral também fez parte do grupo da seleção inglesa na Copa do Mundo de 1962 e na Eurocopa de 1968.

Ele iniciou a sua carreira no Huddersfield em 1952. Em 1964, se transferiu ao Everton e venceu a Copa da Inglaterra pelo time, que defendeu por cinco anos, em 1966. Wilson deixou os gramados após passagens por Oldham e Bradford, onde ele foi técnico interino por um breve período após a aposentadoria.

Em 2002, Wilson vendeu a medalha recebida pela conquista do título da Copa do Mundo pela seleção inglesa em 1966.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.