Titular nas semifinais, Rafael Silva minimiza concorrência com Dagoberto no Vasco

Rafael Silva ainda não conseguiu manter regularidade na equipe do Vasco. Mas a boa atuação nas duas semifinais diante do Flamengo o credenciam para iniciar a decisão do Carioca no próximo domingo, na partida com o Botafogo. O jogador disputa posição com Dagoberto, que está recuperado de lesão.

Estadão Conteúdo

22 de abril de 2015 | 20h48

Apesar da concorrência, Rafael Silva procurou demonstrar tranquilidade na entrevista que concedeu nesta quarta-feira, em São Januário. "Quem o professor Doriva optar vai representar bem o Vasco. Todos sabem a qualidade do Dagoberto e conhecem a história dele no futebol. Estou procurando escrever a minha", considerou.

O atacante reconhece que não conseguiu manter uma sequência de boas partidas na primeira fase do Estadual, mas destacou que em muitos jogos atuou fora da sua posição de origem.

"Tive altos e baixos nesse Campeonato Carioca, isso é evidente. Joguei algumas partidas fora da minha posição, como todos sabem, mas procurei dar sempre o meu melhor. Busquei sempre ajudar o grupo. A minha atuação no primeiro jogo da semifinal foi o que me levou a receber uma chance na segunda partida", avaliou Rafael Silva.

O jogador ainda lamentou a vantagem do Botafogo nas finais - campeão do primeiro turno, a equipe joga por dois empates. "Passamos um tempo na liderança (na primeira fase). Era o que a gente almejava. Queríamos conquistar a Taça Guanabara, mas infelizmente deixamos escapar. Agora é correr atrás do prejuízo. Eles têm a vantagem do empate e temos que ter tranquilidade para lidar com isso."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.