Epitácio Pessoa/AE
Epitácio Pessoa/AE

Título do 1º turno não dá troféu, mas 'campeão' tem escrita a seu favor

Corinthians está a um passo de levar liderança para 2.ª metade da competição

estadão.com.br,

26 de agosto de 2011 | 22h14

SÃO PAULO - Não passa de um título simbólico. Mas o Corinthians deseja vencer o primeiro turno por dois motivos. Primeiro, mostrar que os recentes maus resultados são coisa do passado. Depois, por uma estatística: apenas nos dois últimos anos o time que levantou o troféu no final não estava na liderança após a disputa da primeira metade do campeonato.

Não pra enxergar o inicio de dezembro agora”, pondera Tite, técnico corintiano. “Mas seria ótimo porque a gente está na ponta. A liderança agora não dá o título final, embora a maioria se consagre campeã sim.”

Ao Corinthians, basta vencer – e até um empate pode ser suficiente – para assegurar o título simbólico do primeiro turno. A equipe de Tite tem 37 pontos, 11 vitórias e 13 gols de saldo. Só deixaria a primeira posição escapar caso perca para o Palmeiras e o Flamengo (35 pontos, nove vitórias e 12 gols de saldo) vença o Vasco.

O São Paulo (34 pontos, 10 vitórias e só sete gols de saldo), que enfrenta o Santos, precisa de tropeço dos dois líderes e fazer uma improvável vitória por goleada sobre a equipe de Neymar, Ganso e companhia. Se a missão dos são-paulinos já é complicada, a do Vasco (34 pontos, 10 vitórias, saldo de 5 gols) é mais difícil ainda. Deve vencer o Flamengo por um placar elástico, porque só empatar em pontos e no número de triunfos com o Corinthians não é suficiente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.