Título pode coroar a reestruturação do Palmeiras, diz Lucas

Depois de 25 contratações e uma reformulação completa no departamento de futebol, o Palmeiras está entre os quatro melhores do Campeonato Brasileiro e disputa uma vaga nas semifinais da Copa do Brasil diante do Internacional nesta quarta-feira, em casa. Para o lateral Lucas, um dos destaques da temporada, o título da Copa do Brasil seria uma coroação para a reestruturação da equipe.

GONÇALO JUNIOR, Estadão Conteúdo

29 de setembro de 2015 | 15h16

"Seria a coroação de um ano em que o Palmeiras se reestruturou. Foram muitas trocas. Não só os jogadores, mas o departamento em geral. Seria muito legal conquistar um título. Por tudo que a gente viveu esse ano. É muito difícil montar uma equipe para um grande campeonato. O Palmeiras fez contratações pontuais e boas pra ter esse resultado. Estamos na briga", afirmou o lateral em entrevista coletiva nesta terça-feira na Academia de Futebol. "Passando esse jogo, serão mais quatro para o título. Vamos pensar muito na Copa do Brasil sem deixar o Brasileiro de lado", completou.

A classificação para a semifinal está encaminhada. Depois do empate por 1 a 1, o Palmeiras pode empatar por 0 a 0 para se classificar. Para o jogo desta quarta-feira, no Allianz Parque, a equipe terá a volta de Arouca e Dudu, que estavam suspensos, e de Zé Roberto, poupado no clássico contra o São Paulo por causa de dores musculares.

Apesar da vantagem construído no primeiro jogo, Lucas espera dificuldades, principalmente com os cruzamentos. "Pela postura que tiveram no primeiro jogo, se vierem com os mesmos jogadores, esperamos um time muito forte defensivamente e muito preparado para a bola aérea. Não sei se o Argel (Fucks, técnico do Inter) vai mudar a postura, é difícil saber. É um jogo decisivo, eles precisam nos vencer", afirmou o lateral.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa do BrasilPalmeirasLucas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.