TJD pode mudar rebaixado na Série A3

O Campeonato Paulista da Série A3 pode sofrer uma mudança nesta segunda-feira à tarde, quando a procuradoria da Federação Paulista de Futebol vai analisar um pedido do SEV, de Votuporanga, para que não seja rebaixado para a Série B em 2006. Mesmo não tendo contratado um advogado para acompanhar o caso, o clube espera ser favorecido. O presidente Gilberto Pitarelli está otimista: "Estamos totalmente amparados pelo regulamento da competição, pelo Estatuto de Defesa do Torcedor e também pelo próprio TJD", disse. É que a Internacional de Bebedouro desistiu de participar do campeonato uma semana antes de seu início, no dia 29 de janeiro. Mas o clube foi considerado participante da competição no dia 26 de março pelo próprio Tribunal de Justiça da FPF e, assim, deveria perder todos seus jogos por WO. Caso esta tese seja acatada, serão rebaixados pelo Grupo 1 a Internacional e o Jaboticabal, que somou 13 pontos, um a menos do que o SEV. No Grupo 2, foram rebaixados Taboão da Serra, com 9, e Mauaense, com 15 pontos. Mas se estes quatro times forem reba ixados, a FPF terá um problema: o regulamento da Série B prevê o acesso de cinco clubes em 2006. No sábado aconteceu a última rodada da primeira fase, que definiu os últimos dois classificados: Rio Claro no Grupo 1 e São José no Grupo 2. Os novos grupos estão formados, conforme previa o regulamento. O Grupo 3 conta com XV de Piracicaba, Palmeiras B, Itararé e Monte Azul, enquanto o Grupo 4 é formado por Grêmio Barueri, XV de Jaú, Rio Claro e São José. Na segunda fase os times se enfrentam dentro de cada grupo, em dois turnos, com os dois primeiros colocados passando à terceira fase e garantindo o acesso à Série A-2.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.