Todos contra o Brasil: é o lema da Copa da Alemanha

Depois de quatro anos de espera, o mundo do futebol abre suas cortinas para a sua maior competição. Começa nesta sexta-feira a 18ª edição da Copa do Mundo, na Alemanha, que é sede pela segunda vez. A partir do apito inicial do árbitro argentino Horácio Elizondo na partida entre Alemanha e Costa Rica, às 13 horas (de Brasília), no moderno Estádio Allianz Arena, em Munique, estará em jogo a hegemonia do esporte mais popular do planeta.Candidatos ao trono não faltam. A começar pelo Brasil, cinco vezes campeão do mundo e mais cotado para erguer mais uma vez a taça Fifa. Amparado pela genialidade de Ronaldinho Gaúcho, a inteligência de Kaká, o vigor dos veteranos Cafu e Roberto Carlos e a esperança de ressurreição de Ronaldo, o time de Carlos Alberto Parreira é o mais temido pelos adversários. Pesa contra ele justamente a condição de favorito.Logo atrás, há um bolo de times que despontam com aparentemente o mesmo nível de força. Alemanha, a anfitriã, Argentina, Itália, França e Inglaterra não têm os mesmos valores individuais dos brasileiros, mas possuem o famigerado peso da camisa. E vão lutar para impedir que os pentacampeões cheguem à quarta final de Copa consecutiva.Também não faltam novas atrações. Nada menos que seis seleções estrearão no Mundial: Angola, Costa do Marfim, Gana, Togo, Trinidad e Tobago, e Ucrânia. Outra fará sua primeira e última participação - Sérvia e Montenegro, país que foi recentemente desmembrado pela ONU. Há, inclusive, uma polêmica: os jogadores não querem que seja executado o hino antes dos jogos, para "não se desmotivarem".Até o dia 9 de julho, data da decisão, em Berlim, serão 64 jogos em 12 estádios, com 736 jogadores inscritos. Foram investidos 7,7 bilhões de euros (R$ 22,1 bilhões) para a realização do campeonato, com esperança, é claro, de serem recuperados rapidamente - a previsão é de lucro de 2 bilhões de euros, com crescimento de 0,5% do PIB alemão. O cenário está pronto. Só resta o espetáculo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.