Toloi defende Ganso e Luis Fabiano após expulsões: 'Todos podem perder a cabeça'

O zagueiro Rafael Toloi defendeu os jogadores Ganso e Luis Fabiano e o técnico Juan Carlos Osorio por causa das expulsões na derrota para o Sport, por 2 a 0, neste domingo, na Arena Pernambuco. "Todos estamos sujeitos a perder a cabeça, já aconteceu comigo também", disse o zagueiro, ao ser questionado sobre a expulsão de Ganso em entrevista coletiva nesta segunda-feira, no CT da Barra Funda, na reapresentação do elenco.

GONÇALO JUNIOR, Estadão Conteúdo

20 de julho de 2015 | 13h06

Ganso foi expulso por reclamação acintosa e Luis Fabiano levou o segundo amarelo depois de uma falta por trás em Rodrigo Mancha. Os xingamentos dos dois foram relatados na súmula do árbitro André Luis Freitas de Castro. "Nós sabemos que a arbitragem está tomando essas atitudes agora, mas, na minha opinião, o juiz poderia ter sido mais tranquilo nos lances. Tudo bem dar cartão por reclamação, mas o Wendel fez faltas duras e não tomou cartão amarelo", afirmou Toloi.

O técnico Juan Carlos Osorio foi expulso por aplaudir ironicamente o árbitro após o cartão vermelho mostrado ao atacante. O treinador já havia sido expulso na derrota para o Palmeiras. "Não foi nenhum gesto que jogasse a torcida contra o árbitro. Aquele aplauso, o que poderia mudar? Infelizmente, aconteceu", analisou Toloi.

Após o treinamento desta segunda-feira - os reservas vão ao gramado e os titulares fizeram trabalhos regenerativos na piscina do CT -, o elenco ganha folga nesta terça-feira e voltará a treinar nesta quarta. A próxima partida será domingo, contra o Cruzeiro, no Morumbi, pela 15ª rodada do Brasileirão.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FCRafael Toloi

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.