Fábio Motta/Estadão
Fábio Motta/Estadão

'Tomamos uns 10 gols do México assim', diz Felipão ao posicionar zaga

Treinador está preocupado com jogo aéreo do segundo rival na Copa do Mundo e arma sua defesa

O Estado de S. Paulo

29 de maio de 2014 | 22h31

TERESÓPOLIS - A estreia do Brasil na Copa do Mundo será diante da Croácia, no dia 12 de junho, em São Paulo. Mas o técnico Felipão parece preocupado mesmo é com o México, segundo adversário, e que traz tristes lembranças para a seleção brasileira. Os mexicanos costumam atrapalhar a vida verde-amarela, como fizeram na final da Olímpiada de Londres.

Ciente que o oponente tem como força seu jogo ofensivo aéreo, Felipão dedicou boa parte do treino de posicionamento defensivo desta quinta-feira para orientar seus defensores de como devem (ou não) se posicionar durante os ataques do México.

"50% das jogadas do México são isso aqui. Não precisa bater (o escanteio), é só para a gente ver", afirmou, mostrando onde quer cada um de seus jogadores defensivos na hora de defender os cruzamentos. "Tomamos uns dez gols do México assim, perdemos a Olimpíada assim", discursou, em áudio captado pela Globo e mostrado no Jornal Nacional.

Não que Felipão esteja desdenhando da Croácia. Na verdade, o treinador quer preparar a equipe para todas as artimanhas dos três primeiros adversários da primeira fase. Além dos croatas e mexicanos, o time ainda enfrenta Camarões. A meta é estar pronto para evitar surpresas em solo brasileiro.

Mas é claro que Felipão tem uma atenção especial aos mexicanos. A derrota na decisão da Olímpiada, em Londres, ainda sob o comando de Mano Menezes, é o maior alerta. Os mexicanos abriram o placar após apertar a saída de bola do Brasil e depois ampliaram de cabeça, após chuveirinho, o grande temor. O Btrasil ainda descontou, mas perdeu a medalha de ouro por 2 a 1. Desta vez, Felipão promete que a defesa estará pronta para tudo.   

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.