Divulgação/Comercial
Divulgação/Comercial

Toninho Cecílio chega otimista ao ameaçado XV de Piracicaba

Experiente técnico acredita que vai ter todas as condições de trabalho e elogia a estrutura do clube do interior paulista

Estadão Conteúdo

23 de fevereiro de 2015 | 20h48

Apresentado nesta tarde no XV de Piracicaba como esperança para reverter a péssima campanha do time no Campeonato Paulista, Toninho Cecílio acredita que vai ter todas as condições de trabalho. Tanto que chegou elogiando a estrutura atual do clube.

"Eu ganho uma equipe interessante, que me dá condições, esperança e vontade de assumir o time, não obstante todas as dificuldades que iremos enfrentar. O XV está com uma gestão excelente, com tudo cumprido à risca, isso é fundamental, e um grupo de jogadores que pode dar resultados", comentou o técnico.

Cecílio, de 47 anos, agradeceu a confiança da diretoria e falou com otimismo sobre a sua expectativa na competição. Após a sua apresentação, o treinador teve o primeiro contato com o grupo e também comandou uma atividade no Centro de Treinamento.

Mas sua missão é ingrata porque o time piracicabano ocupa a terceira posição do Grupo 4, com três pontos conquistados e luta contra o rebaixamento para a Série A2. Ele substitui Roque Júnior, demitido no último domingo após derrota para o Linense, por 2 a 1, no fim de semana.

O próximo confronto do XV de Piracicaba no Campeonato Paulista acontece neste domingo, às 18h30, no estádio Barão da Serra Negra, contra o Botafogo em partida válida pela sétima rodada da competição estadual.

Ex-zagueiro, Toninho Cecílio iniciou a carreira de técnico em 2002, no Paraguaçuense e só retornou ao cargo em 2006, no Fortaleza. Depois de uma rápida passagem como gerente de futebol no Palmeiras, ele retornou a sua carreira de treinador no Grêmio Prudente e passou por Guaratinguetá, Vitória, Avaí, entre outros.

Ano passado dirigiu dois times que foram rebaixados. No primeiro semestre montou o Comercial que disputou o Paulistão e caiu para a Série A2. Na segunda metade do ano, passou pelo Criciúma, durante o Brasileirão e o time foi rebaixado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.