Toque de bola é a nova arma do Botafogo

O toque de bola exibido pelo Botafogo contra o Corinthians, domingo, no Pacaembu, animou o técnico Estevam Soares, que pretende utilizar a cadência como uma das principais armas da equipe nas próximas partidas.

AE, Agencia Estado

26 de agosto de 2009 | 19h06

"Tocamos bem a bola, fizemos o que eu vinha pedindo desde que cheguei aqui. Uma boa equipe é aquela que toca bem a bola e ataca sem pressa. Fizemos isso e pretendemos repetir", explicou o treinador.

Embora tenha solicitado reforços, Estevam Soares assegurou que o elenco do Botafogo lhe agrada. "Com a saída de alguns jogadores do departamento médico ganhei mais opções. Estou feliz com o grupo que tenho. Esperamos alguns reforços, mas o grupo é bom", disse.

O Botafogo está na 18ª colocação do Campeonato Brasileiro, com 21 pontos conquistados, e enfrenta o Cruzeiro nesta quinta-feira, no Engenhão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.