Torcedor condena CBF e dupla santista

O torcedor brasileiro concorda em grande parte com a avaliação do ex-jogador Branco, que responsabilizou a dupla santista Diego e Robinho pelo fracasso da seleção brasileira no Torneio Pré-Olímpico, encerrado no último domingo, no Chile. De acordo com enquete do portal ?Estadao.com.br? - que recebeu aproximadamente 16 mil votos - a CBF e os dois jogadores foram os principais responsáveis pela não classificação da seleção para os Jogos Olímpicos de Atenas. A consulta mostrou que o torcedor foi indulgente com o técnico Ricardo Gomes, e praticamente isentou de culpa os outros jogadores do time brasileiro.De acordo com a enquete, a principal responsável pelo fiasco no Pré-Olímpico foi a própria CBF. A entidade recebeu 32,81% dos votos. A dupla santista veio logo atrás, com 32,32%. O técnico Ricardo Gomes foi o culpado pela péssima campanha na avaliação de 18,81% e o conjunto de jogadores foi considerado o responsável para apenas 16,06% dos que participaram da consulta.A enquete do Estadão.com.br teve como base as avaliações preliminares que a CBF fez do desempenho dos jogadores. Nestas avaliações, o técnico e alguns jogadores foram absolvidos. O mesmo, no entanto, não ocorreu com os dois jogadores do Santos. Para os dirigentes, eles traduziram com perfeição o espírito com que a seleção disputou o torneio: ?Muito oba-oba, excesso de brincadeiras, falta de experiência e imaturidade" foram alguns dos adjetivos usados pela cúpula da CBF para qualificar o desempenho dos atletas, em reunião de emergência um dia após a eliminação.O ex-lateral Branco, que hoje coordena as divisões de base da CBF e foi o chefe da delegação no Chile, afirmou que ?poucos mostraram comportamento digno de jogador de seleção.?No relatório que pretende enviar ao presidente da CBF, Ricardo Teixeira, no qual vai detalhar a participação do Brasil no Pré-Olímpico, Branco deverá poupar apenas seis jogadores: O goleiro Gomes, os zagueiros Edu Dracena e Alex, os meio-campistas Fábio Rochemback e Dudu Cearense e o atacante Daniel Carvalho. Os demais, terão de trabalhar muito para voltar a vestir a camisa da seleção.

Agencia Estado,

28 de janeiro de 2004 | 12h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.