Torcedor corintiano esfaqueado está em estado grave

Jovem de 20 anos foi agredido na madrugada logo após a partida entre Boca Juniors e Corinthians, pela decisão da Copa Libertadores

SOLANGE SPIGLIATTI e CIRO CAMPOS, estadão.com.br

28 de junho de 2012 | 10h27

SÃO PAULO - O torcedor do Corinthians esfaqueado no início da madrugada desta quinta-feira, 28, está em estado grave, mas estável, segundo informações da Santa Casa de Misericórdia, no centro de São Paulo, onde ele está internado. O incidente aconteceu em frente à sede da torcida organizada Gaviões da Fiel, no bairro Bom Retiro.

De acordo com a assessoria do hospital, o jovem deu entrada à 1h15 no hospital com um corte de arma branca no pescoço. Ele passou por uma cirurgia e está no pós-operatório em estado grave.

Segundo informações da Polícia Civil, o torcedor se chama Felipe Severino Jobim, é estudante e tem 20 anos. O boletim de ocorrência foi registrado no 2º Distrito Policial do Bom Retiro.

Felipe foi esfaqueado pouco depois do empate por 1 a 1 entre Boca Juniors e Corinthians, em Buenos Aires, pela primeira partida da decisão da Copa Libertadores. O jovem estaria em meio a uma comemoração pelo resultado quando foi atacado.

Atualizado às 16h40

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.