Torcedor da Lusa agride família de atacante do Palmeiras

Diogo, que defendia a Lusa até o fim de 2013, assinou com o Palmeiras no início deste ano

Daniel Batista, O Estado de S. Paulo

09 de março de 2014 | 19h45

SÃO PAULO - Um torcedor da Portuguesa agrediu a mãe e a irmã do atacante Diogo, Cláudia e Gabriela, respectivamente, na última quinta-feira, no estádio do Pacaembu, onde o Palmeiras derrotou a Lusa por 1 a 0, pelo Campeonato Paulista. A assessoria de imprensa do jogador confirma a informação.

As duas foram reconhecidas pelo torcedor, que irritado pelo fato do jogador ter deixado o clube para jogar no Palmeiras nesta temporada, partiu para a agressão. A mãe do atleta, inclusive, sofreu uma fissura na costela. Após o jogo, elas fizeram Boletim de Ocorrência na polícia.

Um fato curioso é que Gabriela, irmã de Diogo, joga futebol na Portuguesa. O jogador estava nas numeradas do estádio - não jogou por estar voltando de contusão -, mas só ficou sabendo do fato minutos depois do acontecido. Ele já avisou que não pretende se manifestar sobre o caso.

Na sexta-feira, Diogo publicou em sua página no Instagram uma foto da mãe com sua irmã e a mensagem: "Mais do que amor, mãe e irmã exemplos de vida de dignidade de superações, amo vocês".

Diogo está readquirindo forma física e pode voltar ao time do Palmeiras na quarta-feira, contra o Vilhena, pela estreia na Copa do Brasil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.