Torcedor desconhece supercampeonato

Superpaulistão, este ilustre desconhecido. É assim que pensa boa parte dos torcedores sobre o novo campeonato organizado pela Federação Paulista de Futebol (FPF), que tem início neste domingo. Quase ninguém sabe quais times vão participar, muito menos qual a fórmula da disputa. Os dirigentes dos três clubes grandes também não estão muito entusiasmados com este torneio-tampão, às vésperas da Copa do Mundo.Vão participar da competição São Paulo, Palmeiras, Corinthians e Ituano, que se sagrou campeão paulista. Muita gente sequer sabia que havia sido disputado este campeonato. "Pensei que o torneio Rio-São Paulo tinha roubado o espaço do campeonato paulista. O Ituano ganhou mesmo?", perguntou o taxista João Dias, de 59 anos, fanático pelo Palmeiras.De acordo com ele, o Superpaulistão não tem nenhuma razão de existir. "Ninguém vai estar interessado neste campeonato, mesmo porque poucos sabem que vai ser realizado. É por este tipo de coisa que estão estragando o futebol", indignou-se Dias. "Não vou perder tempo em acompanhar estes jogos", acrescentou.A mesma opinião é compartilhada pelo segurança Luiz Carlos de Souza, de 32 anos. Torcedor do São Paulo, ele acha que nem os jogadores estarão motivados em disputar o Superpaulistão. "Eles já estão em ritmo de férias, acredito que não vão se empenhar muito". Depois de ser informado que este ano havia tido campeonato paulista, Souza ficou mais decepcionado. "Para quê Superpaulistão depois do Paulista? Não dá para entender nada", falou.O estudante Pedro Trani, de 18 anos, corinthiano, afirma que o torneio deveria ser mais divulgado. "Mesmo assim, tratam o torcedor como um palhaço. São muitos campeonatos para torcer. Querem empurrar qualquer coisa", revoltou-se. "Não vai ter graça alguma. E os outros times, como Santos e Portuguesa, por que não participam?", argumenta o office-boy Ânderson Lucas, de 19 anos."O Superpaulistão não tem tanta importância quanto outros campeonatos, mas o São Paulo vai se empenhar para ganhar, adquirindo ritmo para a Copa dos Campeões", disse o diretor de futebol do Tricolor, Carlos Augusto de Barros e Silva."O Corinthians vai estar cansado, sem o Parreira e alguns jogadores devem ser poupados. Mesmo assim, vamos tentar vencer tudo no primeiro semestre", falou o vice-presidente do clube, Roque Citadini. "Espero que no próximo ano o Campeonato Paulista seja mais valorizado, pois tem tradição. O Superpaulistão vai servir para ajustar o time", afirma o diretor de futebol do clube, Sebastião Lapola.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.