Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Corintiano é detido com meio quilo de explosivos em São Januário

Rapaz foi encaminhado pela PM ao Juizado Especial Criminal

Marcio Dolzan, Estadão Conteúdo

19 de novembro de 2015 | 21h45

A Polícia Militar prendeu na noite desta quinta-feira um torcedor do Corinthians que tentou entrar no estádio São Januário com aproximadamente meio quilo de material explosivo. O nome e a idade não foram revelados, mas ele teria cerca de 30 anos.

De acordo com informações da PM, o torcedor carregava o material em um pacote plástico, e o conteúdo foi identificado durante a revista. Ele foi encaminhado para o Juizado Especial Criminal (Jecrim) instalado no estádio.

Dentro do estádio, também houve tumulto no bar destinado aos corintianos, instalado de forma precária embaixo da arquibancada. Alguns tentaram saquear as bebidas e tiveram de ser contidos pelo policiamento.

Até momentos antes do jogo entre Vasco e Corinthians, válido pela 35ª rodada do Brasileirão, esses haviam sido os únicos registros policiais. A chegada de torcedores dos dois times ocorreu de forma pacífica.

Os corintianos lotaram seu espaço no estádio faltando cerca de 40 minutos para o início do jogo. A torcida é predominantemente masculina, já que mulheres foram “impedidas” de viajar nas caravanas que partiram de São Paulo por uma questão de segurança.  Há dez dias, mensagens de pessoas que se identificavam como torcedores do Vasco em redes sociais pediam que mulheres e crianças não fossem ao estádio pelo risco de brigas. As torcidas de Corinthians e Vasco têm histórico de animosidade.

Mesmo assim, algumas poucas mulheres foram ao jogo. Foi o caso das paulistanas Isabelle Bottini e Ana Ligia Corrêa, que viajam de avião. “Eu espero ser campeã sem precisar ajuda do rival, mas quero apenas que tudo transcorra bem. O momento no mundo pede isso”, disse Ana Ligia. 

Notícias relacionadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.