Tiago Queiroz/AE
Tiago Queiroz/AE

Santista perde ação por acerto de Neymar com o Barça antes do Mundial

Ação por danos morais e materiais foi julgada improcedente

Gonçalo Junior, O Estado de S. Paulo

24 de julho de 2015 | 19h26

O advogado Luciano Caparroz Pereira do Santos, torcedor do Santos, não conseguiu ressarcimento dos valores gastos na viagem que fez ao Japão para assistir ao Mundial de Clubes em 2011 no qual o Santos perdeu para o Barcelona por 4x0 na final.

O advogado abriu um processo contra o jogador, a empresa dos pais do atleta e o próprio Santos por danos morais e materiais considerando que Neymar recebeu um adiantamento para se transferir ao clube catalão, negócio que se concretizou em 2013. O valor pedido foi de R$ 28.960,00, com base no Estatuto do Torcedor e no Código de Defesa do Consumidor. A ação, distribuída na 2ª Vara de Juizado Especial Cível de São Paulo, foi julgada improcedente pela juíza Renata Longo Vilalba Serrano Nunes.

Neymar foi contratado pelo Barcelona no meio de 2013. Os valores do negócio, porém, sempre foram motivo de polêmica. Pressionado, o clube espanhol revelou as cifras em janeiro: foram gastos 86,2 milhões de euros na contratação.

Desse montante, 17,1 milhões de euros foram dados ao Santos. O total ainda contabiliza 40 milhões de euros pagos à N&N, sendo que 10 milhões de euros foram entregues ainda em 2011, semanas antes da decisão do Mundial daquele ano. É esse acerto que o advogado usava como justificava para pedir a indenização.

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolSantos FC: Neymar

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.