Paulo Pinto/saopaulofc.net
Paulo Pinto/saopaulofc.net
Imagem Robson Morelli
Colunista
Robson Morelli
Conteúdo Exclusivo para Assinante

Torcedor do São Paulo não merece esse time

Parece claro com a chegada de Rogério Ceni e o trabalho da diretoria que o elenco do Morumbi precisa ser reformulado desde a raiz, com liberação de atletas e empréstimo de outros que vieram da base

Robson Morelli, O Estado de S.Paulo

15 de novembro de 2021 | 15h00

Vou ser franco. O torcedor do São Paulo não merece esse time. Parece claro que depois de três trocas de treinador o problema não está no comando. Fernando Diniz não se sustentou no clube. Hernán Crespo foi traído pelos jogadores e Rogério Ceni começa a se tornar refém de um grupo pobre, desinteressado, desmotivado, sem foco e que não sabe atuar como time. Havia mais de 50 mil pessoas no Morumbi. E o São Paulo perdeu por 4 a 0, com o primeiro gol no primeiro minuto de bola rolando, e mais um antes dos cinco, e ainda com uma expulsão com menos de dez. A torcida não merece isso. Não à toa ela chamou o time de "sem vergonha".

Não é mais um problema de treinador, porque Ceni é bom suficientemente para fazer coisa melhor. Nem de diretoria, uma vez que o presidente Julio Casares passa o clube a limpo e se desdobra para ajeitar a casa.

Então, é preciso tocar na ferida. O problema do São Paulo está em seus jogadores, por tudo o que foi dito antes e mais um pouco. É preciso tirar as laranjas podres do elenco. Não dá mais para insistir em quem já se sabe não vai render mais nada. O marasmo tomou conta do vestiário. Nada que se diga, faça ou ensaie com esses atletas dará certo. Não é de hoje que eles são cobrados pelo que não entregam em campo.

A impressão que se tem é que ganhar ou perder dá na mesma. Não dá. Principalmente para um time que ainda teme ser rebaixado e para uma comissão que vislumbra um trabalho vencedor. Com esses jogadores o São Paulo não vai chegar a lugar algum. É preciso limpar a área de uma vez, na raiz para que brote coisa nova lá na frente. É hora de abrir espaço para atletas que queiram correr por um prato de comida, cujos olhos brilham ao vestir a camisa do clube, de tantas conquistas e tradição. Os jogadores precisam respeitar o São Paulo e sua história.

Perder para o Flamengo não é o problema, nem isso pode ser uma desculpa, uma vez que o time enfrentou um dos melhores grupos do futebol brasileiro. Não é essa a discussão. O desarranjo é perder da forma com que o São Paulo perdeu. Sem brio, sem foco, sem paixão no que estava fazendo. Há uma queda para a Série B que assusta quem trabalha sério no Morumbi. Não esses jogadores. Porque se cair, não tenho dúvidas de que muitos deles vão pedir para sair. É a sina de atletas fracos e sem personalidade. O torcedor não merece isso. Então, à diretoria, alinhada com Ceni, cabe a tarefa de mexer neste vespeiro, mesmo sentindo na pele a dor de se livrar do seu patrimônio. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.