Torcedor é assassinado na Colômbia durante jogo da Libertadores

Um torcedor do Independiente Medellín foi assassinado a punhaladas nos arredores do Estádio Palogrande, na cidade de Manizales (Colômbia), onde o clube colombiano jogou ontem à noite contra o Racing, do Uruguai, pelo Grupo 2 da Copa Libertadores.

EFE

19 de março de 2010 | 14h36

Segundo as primeiras investigações policiais, um grupo de criminosos vestidos com camisas de times de futebol agrediu Juan Pablo Gómez, de 22 anos. Uma das punhaladas o atingiu no peito, provocando sua morte.

A cidade de Manizales é a casa do Once Caldas. Seu estádio foi emprestado ao Independiente Medellín para a partida de quinta-feira já que o Atanasio Girardot, de Medellín, está recebendo eventos Jogos Sul-Americanos.

Os ataques dos supostos torcedores a integrantes da torcida do clube de Medellín também deixaram vários feridos.

Após o ocorrido, alguns torcedores levaram o jovem para uma clínica próxima, mas ele morreu antes de conseguir receber atendimento.

A Polícia local ainda não sabe quem foram os autores do crime, mas já conseguiram identificar os rostos de alguns dos criminosos e estão analisando os vídeos de câmeras de segurança.

Distúrbios ocorreram ao longo de toda a quinta-feira nas imediações do estádio em Manizales, para onde 600 policiais foram deslocados justamente para evitar brigas.

As autoridades de Manizales enviaram de volta para Medellín 100 adultos e 55 menores envolvidos nos distúrbios.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.